Pesquisar
Close this search box.

Conheças as melhores estratégias de Marketing para Dropshipping!  

As melhores estratégias para dropshipping são: ter um blog que divulgue ou explique os produtos que serão vendidos, produzir vídeos interessantes sobre as mercadorias, tenha prova social ou depoimento sobre os produtos visíveis em seu site, invista em trafego pago e também utilize as redes sociais mais populares para vender mais.
marketing para dropshipping

Principais tópicos

O avanço da tecnologia criou diversas possibilidades de negócios pelo mundo. E hoje, o comércio eletrônico é uma grande realidade, tanto para as empresas quanto para os consumidores.

Nesse cenário, o Dropshipping surge como grande alternativa de comércio eletrônico, atuando como um intermediário entre o fornecedor e o cliente final, capaz de gerar muito lucro para empreendedores.

Estima-se que, até o ano de 2027, o seu crescimento atinja a marca dos 591 bilhões de dólares, segundo estudo realizado pela Research And Markets, confirmando que esse modelo de negócio veio para ficar.

Por isso, neste artigo apresentaremos algumas dicas de Marketing para Dropshipping para que você possa conquistar bons resultados! Continue por aqui e confira!

O que é Dropshipping?

Na língua inglesa, podemos traduzir a palavra “drop” como “largar” e “shipping” como “remessa”.

Assim, o termo Dropshipping indica uma maneira de vender pela internet sem que seja necessário um estoque da própria loja.

Desse modo, faz uso do estoque de parceiros comerciais.

Assim, a loja online funciona como uma vitrine que intermediará a venda entre consumidor e fornecedor (que, inclusive, arcará com os cursos da entrega e com a responsabilidade pelo envio dos itens).

Na prática, quando um cliente acessa o site para comprar um produto, o dono do site fica com uma parcela da comissão e notifica o pedido ao fornecedor, que finalizará o processo enviando o pedido.

Uma das grandes vantagens desse modelo de negócio é que a solicitação do produto só é feita após a compra. Assim, não há risco de acúmulo de estoque, que acaba gerando prejuízos.

Quais as diferenças entre Dropshipping, Marketplace e E-commerce?

No universo do comércio digital, existem inúmeros tipos de negócios que não se confundem. É o caso do Dropshipping, Marketplace e E-commerce. Veremos, a seguir as principais diferenças entre eles:

Dropshipping

A principal característica desse modelo de negócio é que não é preciso se preocupar com estoque e meios de pagamento.

Essa parte do empreendimento cabe aos fornecedores que lidam diretamente com a logística e enviam o produto ao cliente.

Como vender sem estoque: confira tudo sobre essa prática economicamente viável

E-commerce

O e-commerce, por sua vez, é uma loja virtual que depende de estoque próprio.

Por isso, é preciso desenvolver uma página, registrar e catalogar os itens e arcar com os processos de logística e envio de produto. Funciona como uma loja física, porém, pela internet.

Loja virtual para iniciantes: Um Guia com tudo o que você precisa saber

Marketplace

Podemos dizer que o marketplace é uma espécie de shopping online em que encontramos múltiplos fornecedores.

Um empreendedor pode disponibilizar seus produtos em um marketplace, ou criar o seu próprio, algo que pode ser muito rentável.

Também não é necessário ter estoque, já que funciona como um intermediador de negócios, cujo objetivo primordial é atrair cada vez mais fornecedores e clientes para o site.

Quais as vantagens do Dropshipping?

O Dropshipping é um modelo de negócio que vem crescendo no mundo inteiro e ganhando força de mercado. Veja algumas das suas vantagens:

Baixo custo

Um dos grandes desafios para quem deseja empreender, seja virtualmente ou não, são os custos iniciais do empreendimento.

E, caso os recursos sejam limitados, o Dropshipping pode ser uma excelente alternativa.

Como já foi mencionado, no Dropshipping não há custos referente à gestão de estoque e logística de envio (que envolve gasto com pessoas e materiais).

Além disso, não há risco de perda ou estagnação dos produtos armazenados.

Não exige estoque físico

A armazenagem de produtos é um trabalho custoso que demanda espaço físico adequado e profissionais especialistas para gerir o local e as mercadorias.

O único canal de vendas de um Dropshipping é a loja virtual, em que é feita a exposição dos itens, além de outros canais virtuais responsáveis por realizar a divulgação, como as redes sociais.

Variedade de produtos

Um Dropshipping pode trabalhar com uma variedade muito grande de produtos. Ou seja, em um único site é possível disponibilizar a venda de produtos eletrônicos e mercadorias para o lar, por exemplo.

No entanto, para que essa opção seja verdadeiramente vantajosa, é preciso realizar uma análise de concorrência a fim de que sejam verificadas as condições de preços e prazos.

Dessa maneira, fica mais fácil oferecer as melhores condições para o cliente.

Como criar as melhores estratégias de Marketing para Dropshipping?

Embora a opção pelo Dropshipping seja bastante vantajosa, é fundamental a criação de estratégias de Marketing eficazes para que os resultados sejam realmente significativos.

Abaixo, listamos algumas delas. Confira!

Desenvolva um blog

Hoje, a informação é um ativo fundamental para qualquer negócio.

Por isso, antes de realizar qualquer compra é muito comum que as pessoas pesquisem sobre o produto, serviço ou marca que desejam consumir.

Dessa forma, desenvolver um blog voltado para o mercado em que se atua é uma estratégia importante de marketing.

Os posts devem servir para tirar dúvidas e enriquecer o repertório do lead, os textos devem ser bem escritos e de fácil compreensão, prezando pela relevância das informações e evitando superficialidades.

Essa tática aumenta a visibilidade do Dropshipping na rede, fortalece a relação com o público e aumenta o tráfego de visitantes no site.

Utilize um CRM e tenha foco em nichos de mercado

O CRM — Customer Relationship Management, ou em português, Gestão de Relacionamento com o Cliente — é uma ferramenta voltada para armazenar e centralizar todos os dados do cliente (nome, endereço, telefone, e-mail, comportamento de navegação).

O seu principal objetivo é utilizar esses dados para garantir uma interação mais segmentada, focada em nichos específicos, visando uma comunicação mais direcionada e focada na satisfação das necessidades do cliente.

Além disso, ele automatiza algumas tarefas, fazendo com que o trabalho de marketing seja mais eficaz e eficiente, evitando gastos excessivos.

Produza vídeos

Estamos vivendo em um momento de consumo desenfreado de vídeos nas diversas plataformas digitais.

Por isso, quem trabalha com Dropshipping deve aproveitar essa tendência para produzir conteúdos criativos nas redes sociais, com uma linguagem voltada para o público-alvo.

Essa estratégia possui várias vantagens como o baixo custo, já que as produções não precisam ser altamente elaboradas (podendo ser feitas de um celular) e a potência de alcance, devido ao número gigantesco de usuários em plataformas como o TikTok e Instagram.

Incentive a prova social e os depoimentos

Uma grande e clássica estratégia de Marketing continua sendo o famoso “boca a boca”. 

Basear-se na experiência de outro consumidor é algo determinante para que uma pessoa feche negócio com uma marca.

Dessa forma, o seu Dropshipping deve estimular o depoimento de clientes no pós-venda.

E isso pode ser realizado por meio da solicitação da sua opinião via e-mail, com o link para a divulgação da sua experiência em um campo específico no site, ou em outro canal de comunicação.

Faça otimizações de SEO

O SEO — Search Engine Optimization, ou Otimização para motores de busca — são práticas que melhoram o posicionamento de um site nos mecanismos de busca na internet (como o Google).

Atualmente, as páginas disputam entre si as primeiras colocações, visando um tráfego intenso de visitantes, ou potenciais clientes. Entre as principais ações de otimização estão:

  • Pesquisa de palavra-chave relevantes relacionadas ao seu ramo de atuação e são mais utilizadas pelo público para encontrar os seus serviços ou produtos;
  • Posicionamento estratégico das palavras-chave: elas devem estar na URL, na descrição dos itens e legenda das imagens;
  • Produção de conteúdo relevante nas estratégias de marketing de conteúdo;
  • Boa escaneabilidade dos artigos do blog, devendo ser divididos em títulos e subtítulos (ou intertítulos), facilitando a leitura pelo visitante;
  • Otimização do desempenho do site (tempo de carregamento, responsividade, adaptação às telas de dispositivos móveis).

Invista em tráfego pago

Apesar de as práticas de SEO serem essenciais para a obtenção de um bom posicionamento nos motores de busca, o tráfego pago pode impulsionar as vendas de modo considerável.

O investimento nesse tipo de prática consiste em pagar pela divulgação da marca nos buscadores, redes sociais e outros sites.

Assim, cada vez que o lead pesquisar pela palavra-chave relacionado a sua campanha, terá acesso ao anúncio correspondente.

Para realizar esse trabalho, podemos contar com diversas ferramentas como Google Ads e o Facebook Ads.

Elas permitem controle do desempenho, possibilitando que mudanças necessárias sejam realizadas para melhorar os resultados.

Invista em marketing de conteúdo

Como já foi dito, a informação é algo muito relevante no universo digital.

E, para atrair e engajar os leads do seu Dropshipping, é essencial garantir conteúdos relevantes, originais, focados em assuntos que se relacionam com os produtos e serviços ofertados.

Esses conteúdos podem ser produzido em blogs ou redes sociais. No entanto, é importante saber que, para cada canal utilizado, deverá existir uma adequação da linguagem.

Por exemplo, no Instagram, essa estratégia pode ser realizada por meio de infográficos (utilizando a função carrossel), legendas de imagem (textos mais curtos que os do blog), Stories (vídeos curtos e temporários) ou Reels (vídeos mais longos e fixos).

Já no blog, é possível se aprofundar mais no assunto, elaborando artigos mais completos, que mesclam textos com imagem.

E, por fim, o Tik Tok costuma ter um público mais jovem e a mensagem precisa ser mais curta e direta.

Crie conteúdos para as redes sociais

As redes sociais são as plataformas de interação entre pessoas mais utilizadas no mundo e o número de usuários só tende a crescer. Por isso, é imprescindível para as marcas estarem presentes e ativos nelas.

Essas plataformas são importantes canais de comunicação com o público e de divulgação dos produtos e serviços, sendo possível também entender as principais necessidades dos clientes, suas dúvidas e insatisfações.

Esse feedback em tempo real é muito valioso para que a marca possa perceber o que está dando certo e o que precisa ser melhorado.

Além disso, as redes sociais permitem uma expansão do negócio por meio de algumas práticas, como:

  • Compartilhamento de imagens que atraiam a atenção do público e despertem o desejo de consumo;
  • Criação de posts que incentivem a interação com o público, o compartilhamento de depoimentos e outros comentários que estimulem o engajamento da página;
  • Investimento em posts patrocinados para ampliar o alcance da marca;
  • Interação com o público por meio de mensagens diretas ou respostas aos comentários.

Trabalhe com e-mail marketing

E-mail de marketing é uma estratégia relevante do marketing digital e não pode faltar em um Dropshipping.

Apesar de parecer incomum, o e-mail ainda é um canal muito utilizado por usuários de smartphones ou computadores pessoais (PC) e deve ser explorado em suas potencialidades.

Assim, ele pode ser utilizado para fortalecer o relacionamento com a audiência e oferecer produtos e ofertas baseados nas preferências particulares de cada cliente.

Para tanto, é preciso criar uma lista de assinantes, que deverão autorizar o envio das mensagens.

Crie comunicações de WhatsApp

WhatsApp é uma plataforma muito eficaz de comunicação direta e personalizada com os clientes. 

Personalizar o atendimento faz com que as pessoas se sintam mais próximas da marca e tenham as suas demandas atendidas de maneira humanizada.

Além disso, é possível oferecer suporte em tempo integral em qualquer etapa da compra, possibilitando o fortalecimento da relação com o público e, consequentemente a sua fidelização.

Essa possibilidade de atendimento instantâneo também é benéfico para a imagem da empresa e para promoção de uma experiência positiva com o cliente.

Outro ponto positivo da ferramenta são as funcionalidades integradas na sua versão Business, que transforma o aplicativo em um canal de vendas, com vitrine virtual, links de pagamento e compra direta pelo aplicativo.

Aposte no remarketing

O remarketing é uma tática do marketing digital que se dispõe a entrar em contato com um cliente que já comprou na sua loja (por meio de e-mail de marketing, ou anúncios).

Esse contato tem como principal intuito trazer o consumidor de volta para o site, fazendo com que ele compre ainda mais.

Essa estratégia costuma ser muito eficaz, pois a pessoa em questão já conhece os produtos, sabe como é o atendimento e se interessam pelo que é oferecido.

Precisam apenas de um estímulo para fechar negócio.

Para isso, é possível utilizar no site um identificador que mapeia o comportamento de consumo do usuário, verificando, inclusive, se ele deixou algum produto no carinho sem finalizar a compra.

A partir dessa informação, por meio de ferramentas de publicidade, a marca pode mostrar para o cliente os produtos do seu interesse.

O Droppshipping é um modelo de negócio com uma tendência acentuada de crescimento em todo mundo. 

Há alguns anos o comércio eletrônico deu um salto significativo (principalmente depois da pandemia) e o Droppshipping ganhou mais força, já que dispensa altos investimentos para a sua criação.

Porém, para que as suas vendas tragam resultados positivos e constantes, é fundamental elaborar e estudar as melhores estratégias de Marketing para Dropshopping.

A partir desse trabalho, o seu negócio pode se transformar em referência no ramo, estabelecendo-se no mercado.

Conteúdos que podem te interessar:

Fornecedores de Dropshipping: Confira a lista com os melhores do mercado!
CNAE para dropshipping: entenda o que é e qual o código correto
Dropshipping na Shopee: entenda os motivos do dropshipping NÃO ser permitido na plataforma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual
Plano 1
52
Economize R$144
Economize R$144
Economize R$84
R$ 624 por ano
Economize R$144
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2
94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 3
236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros
Plano 4
359
Economize R$480
R$ 4.308 por ano
em até 6x sem juros

Plano 1

59

Melhor custo benefício

Plano 2

99

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Plano 3

249

Plano 4

399

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!