Pesquisar
Close this search box.

13 ideias para começar um negócio em casa em 2024!

Se você deseja ter um negócio em casa, aposte em abrir uma loja virtual, vender sem estoque, abrir um brechó, vender marmitas saudáveis ou vender doces, bolos e salgados. Investir também na carreira de influenciador digital também é uma opção. Confira todas as maneiras e veja dicas de como gerenciar seu negócio com mais profissionalismo!
ideias de negocio em casa

Principais tópicos

Um ano novo está começando e com isso muitas pessoas querem mudar de vida. 

Algumas querem mudar hábitos alimentares, outras querem praticar exercícios, e ainda tem aquelas que querem um jeito de ganhar mais dinheiro.

Se o seu objetivo para 2024 é montar seu próprio negócio para trabalhar em casa, você está no lugar certo. 

Nesse post falaremos sobre as tendências para 2024, o que pode dar certo, e como você pode começar. 

Também daremos algumas dicas para você trabalhar de sua casa sem ter problemas de comprometimento com seu negócio.

Quer ideias de negócios em casa para montar em 2024? 

Continue a leitura conosco e veja nossas dicas!

Quais as melhores ideias de negócios em casa para 2024?

É claro que qualquer ideia boa pode dar certo em qualquer momento, porém algumas coisas são tendências e vem crescendo em um exponencial interessante para o ano que vem entrando. 

Com isso, é correto afirmar que esses negócios podem dar muito certo se trabalhados de forma correta.

A grande maioria dessas tendências só demandam tempo e um baixo ou nenhum investimento financeiro. 

Por isso, pode ser uma boa oportunidade de começar um bom negócio próprio em 2024.

1. Criação de uma loja virtual

Nunca foi tão grande o número de vendas online como hoje, e isso faz com que qualquer negócio desse tipo seja uma ótima oportunidade. 

Da mesma forma que nunca teve tantas vendas online como hoje, também nunca foi tão fácil montar uma loja virtual.

Hoje você tem diversas plataformas disponíveis para fazer a criação de uma loja online.

A plataforma precisa ter algumas características ideais para te ajudar a vender online, como: integração com marketplaces, vitrine, redes sociais, soluções de pagamento, frete e também atendimento.

Mas onde encontrar uma ferramenta assim pagando um preço justo?

A Tray, está no mercado há mais de 20 anos e é a melhor opção para quem quer começar um negócio online mesmo sem ter muita experiência, entenda um pouco mais sobre a solução no vídeo abaixo:

Pronto(a) para começar sua loja agora? Escolha o melhor plano aqui!

2. Trabalhar com dropshipping

O dropshipping é uma modalidade que vem crescendo ultimamente, com um investimento baixo e baixa demanda de tempo, tem se tornado muito popular entre as pessoas que querem ter seu próprio negócio sem ter que criar produtos.

Esse modelo de negócio se baseia na revenda de produtos já existentes no mercado de forma online. 

Para se trabalhar com dropshipping você deve ter parceria com fornecedores em atacado, dispostos a colocarem a sua marca nos produtos deles, isso se denomina produtos White Label (Etiqueta em Branco, em sua tradução literal).

Tendo essa parceria efetuada, você poderá vender os produtos para seus clientes, e toda vez que fizerem um pedido o seu fornecedor será notificado para entregar a mercadoria diretamente para o cliente.

Ou seja, você não precisará ter espaço físico para armazenar as mercadorias.

Para começar é necessário um investimento inicial de entre R$ 750,00 e R$ 1.500,00, visto que o primeiro pedido você terá que arcar do seu próprio bolso.

Após esse investimento inicial você consegue arcar os futuros pedidos com a renda dos pedidos anteriores.

3. Venda de produtos caseiros (doces, bolos e salgados)

Muitas pessoas têm se beneficiado da produção de produtos caseiros, isso mesmo aquela velha receita de família que só você sabe fazer. 

Seja ela um docinho, um bolo ou um salgado, muitas pessoas têm usado essas receitas caseiras para vender um produto diferenciado no mercado.

Então se você tem uma receita dessas em sua casa, você pode começar a vendê-la de diversas formas, como aplicativos de delivery ou até mesmo porta a porta. 

Por ser algo que é feito em casa e em uma parte do seu tempo, você pode vender até no seu trabalho, escola ou até mesmo na rua em seu tempo livre.

4. Venda de Marmitas fitness

Cada vez mais as pessoas estão buscando rotinas saudáveis, e a alimentação é uma das coisas que elas mais buscam. 

A venda de “marmitas fitness” é algo que tem sido visto com bons olhos pelos empreendedores de plantão. 

Afinal, quem não conhece aquela amiga ou amigo maromba, que só come comida saudável?

Pois é, mas não só os marombas estão se alimentando saudavelmente, o acesso à informação, principalmente pelos digital influencers estão fazendo com que cada vez mais pessoas comecem a se alimentar saudavelmente. 

Porém, muitas dessas pessoas não têm tempo para cozinhar, e precisam se alimentar na rua, e se puderem optar por comida saudável, elas optarão.

5. Revenda de produtos online

A revenda de produtos online também é uma forma bastante lucrativa de empreender, visto que quando se compra uma mercadoria em atacado os preços podem ser bastante vantajosos. 

Então se você tem um capital parado e gostaria de investir em 2024, procurar produtos que tenham alta lucratividade para revender online pode ser uma boa pedida.

Algumas grandes marcas oferecem um sistema próprio de revenda, principalmente no ramo de cosméticos. 

Porém, se você deseja ser independente, investir em roupas pode ser uma boa opção, visto que, ao comprar em atacado, você paga um valor até 3 vezes menor que o valor de revenda.

A verdade é que não existe uma fórmula mágica para esse negócio funcionar, vale ser criativo, e procurar produtos diferentes que tenham procura e um bom valor de revenda. 

A revenda de produtos online tem uma lucratividade média de 50% em cima do valor investido, porém isso pode variar de produto para produto.

6. Venda de itens usados (brechó)

Em tempos de crise, uma ótima alternativa que tem ganhado força para renovar o guarda-roupa, são os brechós

Muita gente tem roupas guardadas que não usa em ótimo estado, uma boa opção para fazer um dinheirinho é vender essas peças em brechós.

Você pode usar suas próprias peças para montar o seu brechó, como também pode captar peças de outras pessoas, pagando um valor mais em conta e vendendo um pouco mais caro. 

Os brechós vêm se tornando cada vez mais populares no Brasil.

7. Venda de Artesanato

As peças feitas por artesanato, também vem ganhando muita força ultimamente, justamente por conta do seu baixo custo de confecção que pode gerar lucros de mais de 150% na venda desses itens. 

Além disso, a baixa burocracia para a venda de artesanato também é um incentivo para aqueles que querem começar o seu negócio.

E se você acha que não dará conta de produzir as peças e vender, você pode optar em comprar essas peças em atacado para revender. 

Comprando em atacado você terá um custo baixo e ainda conseguirá um bom lucro nas vendas.

8. Design de bijuterias e acessórios

Bijuterias já contabilizam R$ 8,1 bilhões na venda de produtos, e pode ser uma ótima alternativa para você começar um negócio próprio em 2024. 

Com esse alto volume de vendas, e com preços bem atrativos, pode ser uma forma bastante lucrativa de se ganhar dinheiro.

Você pode produzir as próprias bijuterias, o que exige algum investimento em material e tempo para produzir, ou comprar elas já prontas de fornecedores em atacado para conseguir um preço mais atrativo e economizar tempo.

9. Influenciador digital

Muitas pessoas estão se tornando milionárias com os conhecimentos que têm se tornando influenciadores digitais.

Hoje é muito comum você conhecer algum YouTuber, TikToker e personalidades do Instagram. 

Essas pessoas ganham dinheiro através de likes e seguidores. 

Quanto mais pessoas acompanham as redes sociais dos influencers, mais empresas se interessam em patrociná-los.

E se você acha que é difícil se tornar um influenciador digital, está muito enganado. 

É claro que como toda profissão exige tempo e dedicação, mas se você conhece algo diferente, você pode ganhar uma bolada com esse seu conhecimento. 

Alguns nichos vem crescendo em grande escala, e sempre tem espaço pra mais um, são eles:

  • saúde mental;
  • idiomas;
  • rotina fitness;
  • música;
  • meditação;
  • maquiagem;
  • gameplay;
  • culinária;
  • metaverso.

Se você tem conhecimento nessas áreas, você pode criar uma rede social voltada para área que você deseja, produzindo conteúdo constante para alimentá-la, e com certeza, se houver relevância, você ganhará vários seguidores.

10. Professor/tradutor 

A internet trouxe para nós a globalização, e com isso o contato com estrangeiros está cada vez mais constante. 

Se você conhece outras línguas fluentemente, pode ser uma boa ideia começar a dar aulas e fazer traduções tanto como intérprete como tradutor de textos.

Claro que os valores podem variar para cada língua. 

Em geral, um professor de inglês cobra em média R$ 200,00 por mês em aulas semanais de cada aluno. 

Já os serviços de tradução de textos são cobrados por quantidade de palavras, em média uma tradução de 1000 palavras sem fins oficiais podem ser cobrados até R$ 500,00. 

Um intérprete pode cobrar até R$ 200,00 a hora de trabalho

E isso estamos falando de um idioma comum que é o inglês, outras línguas podem ter valores bem mais altos. 

E a procura por professores e tradutores de todas as línguas estão cada vez mais sendo procurados.

11. Redator/revisor freelancer

Se você gosta de escrever, esse é um negócio que pode mudar a sua vida, existem diversos cursos gratuitos na internet para redator e revisor de copywriting, e diversas plataformas para se trabalhar como freelancer.

Os cursos de Produção de conteúdo para web são curtos e em muitos casos gratuitos, podem ser feitos pelo computador, celular ou tablet. 

Trabalhar como redator ou revisor freelancer, também te dá autonomia para trabalhar de qualquer lugar do mundo, afinal todo o trabalho é online e basta você ter acesso à internet para poder trabalhar.

O investimento para se começar é zero se você já tiver um computador ou notebook e conexão com a internet, o que hoje é comum na casa da maioria dos brasileiros. 

Você faz o seu horário de trabalho e ganha por produção, então quanto mais redações e revisões você fizer mais você vai ganhar.

12. Criação e negociação de NFTs

Você já deve ter ouvido falar em NFT, que significa Non Fungible Tokens ou Tokens não fungíveis, o que, na prática, quer dizer itens únicos, muitas vezes colecionáveis, que vão desde a simples nicknames até imóveis reais, ou parte deles, como se fosse uma escritura da propriedade, só que em vez de registrada em cartório, ela está registrada no blockchain.

Os NFTs, são ativos digitais, que assim como as criptomoedas, podem ser transferidos, mas não podem ser copiados.

Imagine os tempos do começo da internet, quando você podia registrar qualquer nome de domínio como endereço de um site. 

Muitas pessoas ganharam dinheiro registrando nomes de marcas e artistas famosos, para depois revenderem por preços astronômicos quando essas pessoas ou empresas demostravam interesse em fazer parte da grande rede.

O mesmo vale para obras de arte, por exemplo, fotografias, itens construídos para ambientação de games 3D ou plataformas de metaverso, acessórios e roupas para avatares — na maior parte dos casos criadas por meio de pixel art com editores como o Vox Edit, ou com designs 3D criados em softwares como o Blender.

Uma vez criado, o item precisa ser negociado por meio de um marketplace especializado como o OpenSea

Como os NFTs são normalmente negociados por meio de criptomoedas, como o Bitcoin ou Etherium, você também precisará de uma digital wallet, ou carteira digital, como a Metamask

E por fim, para transformar as suas criptomoedas em moedas não digitais, você precisará ter uma conta em alguma exchange, como a Binance.

Em alguns games, considerados metaversos, como o The Sand Box é possível ganhar NFTs que podem se tornar valiosas participando de experiências patrocinadas por grandes marcas ou de missões e quests do próprio jogo. 

Vale lembrar que as NFTs são itens únicos ou vendidos em quantidades limitadas e o que determina o seu valor é, quase sempre, a sua “raridade”.

13. Marketing de afiliados

marketing de afiliados já é um antigo conhecido e quase sempre envolve a venda de cursos, como os do Hotmart, mas não se limita a eles. 

Empresas como Amazon e milhares de outras de perfil parecido ao de marketplaces, também têm seus programas de afiliados.

Esse tipo de programa consiste em fazer de você um vendedor dos produtos oferecidos pelo site de vendas. 

Você faz um cadastro e o site fornece a você links personalizados.

Sempre que alguém comprar um produto deles por meio do seu link, você receberá uma comissão.

Isso funciona muito bem para quem produz bons conteúdos e pode ser considerado um influenciador digital em determinado nicho.

No caso do Hotmart e outras plataformas especializadas em cursos é possível ganhar dinheiro dos dois lados, ou seja, produzindo um curso sobre algo que você seja especialista e vendendo por meio da plataforma. 

E ainda, pode ganhar vendendo cursos de outros autores com o seu link de afiliado, que muitas vezes pode ser inserido dentro do seu próprio curso.

Por exemplo, imagine que você tem um curso de como fazer docinhos decorados para festas de aniversário infantis, e encontre na plataforma um curso sobre decoração de festas infantis e outro sobre como fazer bolos para festas infantis. 

Pronto, você pode usar o seu próprio curso para vender os outros dois por meio do seu link de afiliados.

Quais as melhores dicas para quem deseja ter um negócio em casa?

Ter o seu próprio negócio em casa exige muita disciplina e dedicação, muita gente pensa que ter um negócio em casa significa que pode fazer o que quiser, porém, não é bem assim que funciona. 

Se você não tiver compromisso com o seu negócio ele dificilmente dará certo, por isso preparamos algumas dicas para você:

Defina um horário de trabalho

Por mais que você tenha a flexibilidade de trabalhar o horário que quiser, é importante você definir um horário para se dedicar exclusivamente ao seu negócio, independentemente de qual seja. 

Trabalhar em casa significa que você pode ter diversas distrações, e se você não der a atenção devida ao seu negócio ele poderá falhar.

Escolha um horário que convenha para você e quantidade de tempo que você quer se dedicar ao seu negócio, e cumpra ele todos os dias, exatamente como se você estivesse em um emprego de carteira assinada em um escritório.

Tenha um espaço específico para o trabalho

Não necessariamente você precisa ter um cômodo só para trabalhar, mas defina um local específico para você trabalhar, pode ser na sala ou no seu quarto, mas separe um espaço onde você vai dedicá-lo ao seu negócio. 

Isso ajuda a separar as coisas de casa do seu trabalho, e também ajuda a se concentrar somente no seu negócio.

Use espaços de coworking de vez em quando

É comum alguns dias você não saber o que fazer ou por onde começar, nesses dias você pode utilizar espaços de coworking para sair da mesmice e respirar novos ares, além de fazer um networking que pode ajudar com o seu negócio.

Ter contato com outras pessoas que têm seus próprios negócios pode abrir seus horizontes, e aquele dia que aparentemente seria improdutivo, acaba se tornando produtivo. Então quando puder, visite um coworking próximo.

Defina limites para as pessoas que moram com você

Se você mora com outras pessoas, é importante que você defina limites no seu horário de trabalho. 

Qualquer mera distração pode fazer você perder o seu foco naquele momento e junto com isso um tempo precioso de uma boa hora produtiva.

Por isso deixe claro para as pessoas que moram com você que naquele determinado horário, que você está naquele determinado ambiente você não quer ser interrompido por nenhum motivo. 

E que a menos que seja uma emergência para que evite contato.

Cuide do look como se estivesse indo trabalhar fora de casa

Mesmo trabalhando em casa, é importante se sentir bem com a roupa que se usa para trabalhar. 

Escolher um look empoderado pode ajudar a criar mais autoestima para o seu trabalho. 

Além disso, vale ressaltar que estar arrumado para trabalhar, ajuda a se concentrar no trabalho.

E não é porque você está trabalhando em casa que você deve abrir mão de ter um estilo, use roupas bonitas e confortáveis, que favoreçam passar o dia todo com elas. 

Esteja sempre arrumado para trabalhar, roupas claras são sempre as melhores opções para o ambiente de trabalho. 

Se quiser, abuse das cores e estampas, ajudando a manter o seu dia alegre.

Vale ressaltar que mesmo o seu negócio sendo em casa, eventualmente você pode precisar ir à rua, então é bom estar sempre com um look que você possa sair a qualquer momento. 

Mas lembre-se de estar sempre confortável, essa é uma grande vantagem de ter o seu negócio em casa, poder se vestir com o que faz você se sentir melhor.

Então essas são as nossas dicas de negócios para você montar dentro de sua casa em 2024, se você tem o intuito de se tornar um autônomo essas ideias podem auxiliá-lo a escolher uma atividade. 

Lembre-se de escolher um negócio que te traga prazer em trabalhar. 

Afinal, esse poderá ser o seu ganha pão e o segredo de qualquer grande negócio é fazer o que gosta.

A maior parte das atividades que mencionamos podem ser realizadas com um baixo investimento inicial, o que pode facilitar muito para você começar. 

É importante nunca desistir de atingir seus objetivos com os seus negócios, a persistência é a alma do negócio. 

Não tenha medo de se arriscar, afinal, se você não tentar nunca vai dar certo.

É importante ter comprometimento com o seu negócio para que ele prospere, então não se esqueça de seguir nossas dicas para ter um foco melhor. 

Lembre-se de escolher um local apropriado e definir um horário de trabalho, isso realmente fará toda a diferença.

Conteúdos que podem te interessar:

➡ Renda extra: 49 formas incríveis de ganhar dinheiro em 2024
➡ 25 aplicativos para ganhar dinheiro de verdade! Conheça os melhores
➡ Como trabalhar pela internet: 31 maneiras de ganhar dinheiro na internet e conseguir uma renda extra!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual
Plano 1
52
Economize R$144
Economize R$144
Economize R$84
R$ 624 por ano
Economize R$144
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2
94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 3
236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros
Plano 4
359
Economize R$480
R$ 4.308 por ano
em até 6x sem juros

Plano 1

59

Melhor custo benefício

Plano 2

99

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Plano 3

249

Plano 4

399

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!