Pesquisar
Close this search box.

Como fazer uma descrição de produto e converter visitantes em compradores

A descrição de produto é o texto localizado na página de venda de uma loja online. Basicamente a descrição de produto serve para apresentar informações relevantes sobre o produto e convencer o cliente a finalizar a compra.
A Imagem mostra uma pessoa do sexo feminino em frente ao computador escrevendo em um carderno. Com certeza ela está estudando para fazer uma boa descrição de produto para seu e-commerce.

Principais tópicos

No e-commerce, uma descrição de produto bem escrita, que responda todas as dúvidas do usuário, pode ser o ponto forte para impulsionar a taxa de conversão.

Além disso a descrição de produto quando bem escrita, tem o poder de aumentar o tráfego orgânico de uma loja online, fortalece a marca e converter visitantes em compradores.

Neste artigo, vamos ensinar técnicas comprovadas usadas pelas marcas mais famosas do mundo para vender seus produtos online.

O que é uma descrição de produto

Uma descrição de produto é um texto localizado na página de venda de uma loja virtual.

O principal objetivo da descrição é apresentar informações relevantes que levem os clientes a comprarem.

Quais informações uma boa descrição de produto deve ter:

  • o que é esse produto;
  • quais problemas do seu cliente ele resolve;
  • o que o diferencia dos produtos das outras marcas;
  • com qual material ele é feito e onde foi fabricado;
  • como ele é usado;
  • os seus atributos e benefícios.

No entanto, todas essas informações ainda não são suficientes para garantir um número alto de vendas.

Seu produto precisa ser visto e encontrado por milhares de clientes e para isso você precisa usar algumas técnicas de SEO.

Saiba a importância de uma descrição de produto perfeita

O site americano Insider Intelligence conduziu uma pesquisa com usuários de Iphone para saber quais foram os elementos da página desse celular em um site que influenciaram em suas decisões de compra.

De acordo com a pesquisa, 83% dos entrevistados responderam que as imagens e fotos foram o fator crucial, enquanto 82% responderam que foram a descrição do produto.

Outros motivos para a compra foram a avaliação dos consumidores (75%), classificação por estrelas (64%), vídeo do produto (36%), entre outros.

Entendeu a importância de uma boa descrição?

Mesmo uma marca famosa no mundo inteiro e com os produtos mais cobiçados do mercado sabe o valor de uma descrição de produto para o ato de decisão de compra.

Aliás, a Apple possui os melhores copywriters do mundo, basta dar uma olhada em seu site para ver as melhores peças escritas do mercado publicitário.

Assim, uma descrição de produto traz alguns resultados positivos para a empresa como aumentar a confiança do público em relação à mercadoria, eliminar possíveis dúvidas e descongestionar os canais de atendimento.

Além disso, o uso correto de SEO, com palavras-chaves bem colocadas dentro do texto, faz a sua página ranquear nas primeiras posições do Google para determinada pesquisa do consumidor, atraindo mais visitantes e resultando em mais vendas.

Quais as consequências de não apostar em boas descrições?

Veja quais são os riscos que você passa quando não investe em descrições exclusivas, criativas e focadas nas necessidades do público.

Impacto negativo na fidelidade do cliente

Quando a descrição apresenta informações detalhadas e úteis do produto, há chances maiores de um cliente voltar para realizar outras compras.

Com descrições ruins, por outro lado, seus clientes pensarão duas vezes antes de comprar na sua loja, principalmente se um concorrente apresentar melhor o mesmo produto.

Menos pedidos

Descrições e imagens inadequadas transmitem insegurança ao visitante da loja, que pode acabar preferindo buscar o produto em outro site.

Se um cliente não tem certeza sobre os atributos de um produto, é menos provável que gastem seu dinheiro.

Quando isso acontece, qualquer chance de construir uma conexão positiva com esse cliente é perdida.

Devoluções frequentes

Quando os clientes não têm uma ideia clara do que vão receber devido à falta de especificações do produto, é mais provável que fiquem desapontados com a compra e solicitem a devolução dos pedidos.

Isso é particularmente desafiador em alguns segmentos, como em lojas de vestuário.

Cada produto devolvido custa caro à sua loja virtual, tanto em reabastecimento e acompanhamento de atendimento ao cliente quanto em perda de fidelidade.

Baixa visibilidade nos mecanismos de busca

O Google exige descrições detalhadas dos produtos para classificar seu site em boas posições nos resultados de busca.

Descrições de produtos precisas e completas melhoram o seu ranqueamento nos mecanismos de pesquisa e, por sua vez, suas vendas.

Do contrário, descrições vagas ou incompletas diminuem as chances de alcançar uma alta taxa de tráfego orgânico para o seu site.

Erosão da marca

Se a sua marca busca criar uma sensação de transparência e segurança para se conectar aos clientes, eles podem se confundir ao se depararem com descrições ruins dos produtos.

O branding desenvolve um conjunto de expectativas sobre como você interage com os clientes.

Logo, se o seu site não atender a essas expectativas nos mínimos detalhes, a reputação da sua marca será prejudicada à medida que os clientes perderem a confiança em você.

E a confiança perdida, meus amigos, é muito difícil de ser recuperada.

Por essa razão, as descrições devem projetar sua marca com precisão em seu tom e sua transparência ao falar sobre os produtos.

Insatisfação do cliente

Uma descrição escaneável e detalhada, que apresenta as informações técnicas e as principais maneiras de usar o produto, cria as condições para a satisfação do cliente.

Qualquer interrupção desse fluxo, como descrição copiada, pobre de informação ou inexistente, pode atrasar a compra.

Somente quando os clientes tiverem segurança em suas informações, eles se sentirão confiantes e se converterão em seguidores da marca.

Veja 11 dicas para escrever uma descrição de produto que converte

Hoje ferramentas de Inteligência Artificial como o Chat GPT e a Niara escrevem descrição de produto para e-commerce.

Basta usar alguns comandos e você terá uma descrição pronta para usar.

Apesar da facilidade e da rapidez do processo, as ferramentas de inteligência artificial precisam ser usadas com cautela.

Elas podem até entregar um compilado de informações sobre o produto, mas mesmo assim é preciso editar o conteúdo e deixá-lo mais humano, atribuindo o tom de voz da sua marca, naquele conteúdo.

Por isso você precisa aprender a escrever uma boa descrição de produto.

Confira as melhores dicas para sanar qualquer dúvida do seu cliente, na descrição do produto.

1. Use técnicas de SEO on-page

SEO (Search Engine Optmization) é um conjunto de estratégias cuja finalidade é melhorar a visibilidade de um site nos buscadores de internet como o Google, Bing e Yahoo.

Isso aumenta o tráfego orgânico do site e traz mais destaque aos seus produtos.

Para alcançar os melhores resultados em SEO, você vai precisar escrever a meta title, meta description, fazer pesquisa de palavras-chave e usá-las no texto.

É muita coisa, não é? Mas não se preocupe.

Aqui está um passo a passo de SEO On-page para você usar na descrição do seu produto:

Pesquisa de palavra-chave

Palavra-chave é uma palavra ou frase utilizada pelas pessoas para realizar uma pesquisa em um buscador de internet como o Google sobre determinado tópico.

Por exemplo, a palavra-chave deste artigo é “descrição de produto”, um termo bastante pesquisado por usuários que possuem dúvidas sobre esse assunto.

Para fazer pesquisa de palavra-chave, você vai precisar ferramentas como o Planejador de Palavra-chave do Google, o SEMrush ou o Ubersuggest.

Digite o termo relacionado a um produto nessas ferramentas e elas vão dar várias sugestões de palavras-chaves com a informação do volume médio de buscas.

Dê preferência às palavras de cauda longa, ou seja, uma frase de três ou mais palavras, pois elas são mais fáceis de ranquear.

Preencha a meta tittle, meta description e palavra-chave no texto

Meta tittle, meta description e palavra-chave no texto são alguns elementos de SEO On-Page.

Eles ajudam a ranquear sua página do produto nos buscadores de internet.

No entanto, ele sozinhos não de grande ajuda.

Eles precisam estar alinhados com um conteúdo de qualidade e bem escrito.

Segue abaixo algumas definições e usos:

  • meta title: é um recurso que especifica o título de uma página da web. Depois de escolher uma palavra-chave coloque-a aqui, pois isso ajudará na estratégia de SEO;
  • meta description: é um tipo de texto que apresenta um resumo do conteúdo da página da web. Ela aparece logo abaixo da meta title. Também é importante inserir a palavra-chave escolhida aqui;
  • palavra-chave no texto: inclua a palavra-chave na descrição do produto, mas preste atenção para não exagerar. Repeti-la várias vezes no conteúdo não vai colocar a sua página em primeiro lugar em determinada pesquisa. Só vai prejudicar a qualidade do texto.


2. Forneça conteúdo relevante

Conteúdo relevante são aquelas informações decisivas para levar um cliente a fazer uma compra.

Uma descrição de produto para e-commerce tem que incluir:

  • os atributos e benefícios;
  • detalhes técnicas;
  • preço e ofertas especias;
  • call to action com a mensagem “compre”;
  • avaliações dos clientes;
  • imagens e vídeos;
  • formas de uso e manual de instrução;
  • informações sobre a embalagem;
  • política de troca e devolução;
  • botões para compartilhar a página em redes sociais;

Se você já tem um e-commerce ou deseja montar uma loja virtual, esse pode ser um bom exercício para analisar o mercado e os concorrentes.

Dê uma olhada nos sites das principais empresas de e-commerce do Brasil e você verá como essas informações são usadas.

3. Escreva títulos descritivos

O primeiro contato que um potencial cliente vai ter com o seu produto é por meio do título.

Por isso, é preciso caprichar nessa tarefa para que ele não vá para a loja do seu concorrente.

Um título não deve ser vago nem muito longo.

Ele precisa ter a medida correta. E como se alcança isso?

Na hora de criar um título, pegue a palavra-chave, coloque-a no começo do título e adicione algumas informações como nome da marca, atributos e benefícios.

Por exemplo, vamos escrever um título para uma faca de cozinha:

  • “Faca de cozinha” é muito vago;
  • “Faca de cozinha marca x feita inteiramente de aço inoxidável. Design elegante. Resistente e durável. Para chefs profissionais” é muito longo;
  • “Faca de cozinha marca x de aço inox resistente e durável” está perfeito.

Seguindo esses passos você vai chamar a atenção dos seus potenciais clientes sem cansá-los e ainda vai ganhar pontos em SEO.

4. Utilize linguagem persuasiva

Conteúdo relevante é aquele que soluciona os problemas e dores da sua persona.

Pergunte-se: o que tira seu sono durante a noite?

O que a deixa preocupada durante o dia?

Como ela vai usar esse produto?

Quando você tiver as respostas para essas questões, mencione na sua descrição como o seu produto pode resolvê-las.

Isso é um exercício de empatia e se você conseguir atingir seu cliente nesse nível os números da sua conta bancária não vão parar de crescer.

4. Transforme atributos em benefícios

Atributos são fatos secos sobre um produto.

Benefícios são informações que dizem aos consumidores como um produto vai resolver os seus problemas.

Atributos sozinhos em uma descrição de produto não são persuasivos, sendo preciso transformá-los em benefícios para convencer as pessoas a comprá-lo.

Para clarificar o que estamos falando, vamos usar como exemplos atributos e benefícios de uma cadeira de escritório ergonômica.

Exemplo dos atributos do produto:
  • tensor de lombar com regulagem;
  • material de espuma soft;
  • braços com regulagem de altura.
Exemplo dos respectivos benefícios:
  • ajuda a evitar desconforto na região lombar após horas de trabalho;
  • maciez ao sentar-se;
  • melhor posicionamento do usuário à mesa de trabalho.

Viu como “ajuda a evitar desconforto na região lombar após horas de trabalho” chama mais atenção do consumidor?

Esse benefício dialoga diretamente com problemas enfrentados por essa persona: dores físicas por conta de cadeiras de péssima qualidade.

Quando for escrever uma descrição de produto, faça uma lista dos atributos e se pergunte como cada um deles pode beneficiar a vida do seu público-alvo. Ao mostrar como você pode resolver seu problema, ele estará mais propenso a comprar com você do que com o seu concorrente.

5. Preste atenção a escaneabilidade do texto

A escaneabilidade de um texto é a facilidade com que ele pode ser lido e compreendido pelos clientes.

Ele deve ter frases e parágrafos curtos e ser o mais claro possível.

Além disso, outra característica que melhora a fluidez da leitura é uso de bullet points.

Assim, evite escrever um bloco enorme de texto onde não há espaço para o leitor respirar.

Proporcione uma leitura leve. Isso agradará aos usuários e aos buscadores de internet.

6. Evite duplicidade de conteúdos

Duplicidade de conteúdo é o ato de colar uma descrição de produto já existente na página da sua mercadoria.

Um fato que acontece muito é os vendedores utilizarem a descrição feita pelo fabricante do produto.

Pode parecer fácil, mas essa ação traz resultados ruins para as vendas.

O Google não gosta de conteúdo duplicado e penaliza as páginas que duplicam textos, prejudicando a estratégia de SEO.

Para evitar isso, escreva descrições originais e persuasivas usando as informações fornecidas pelo fabricante.

7. Adicione imagens e vídeo

Use diversas fotos e vídeos para completar a sua descrição de produto. Isso influência na decisão de compra.

Lembra da pesquisa sobre usuários de Iphone?

Se você estiver vendendo um celular, por exemplo, publique várias imagens desse produto em diferentes ângulos.

Adicione também um vídeo com dicas de uso ou então com um unboxing.

Uma imagem também pode ser otimizada para SEO.

Para que ela apareça no Google e atinja mais pessoas, o título dela deve ser a palavra-chave escolhida para a descrição do produto.

Depois, escreva um alt text, também conhecido como texto alternativo, que é um texto curto atribuído a uma imagem.

Nele, descreva o que aparece no conteúdo visual em no máximo 60 caracteres.

Por exemplo, “smartphone preto marca x sobre uma mesa”.

Publicar fotos seguindo esses passos é trabalhoso, mas os resultados em termos de vendas compensarão.

8. Insira depoimentos e prova social

Depois de ler a descrição do produto, ver imagens e vídeos e conferir detalhes técnicos muitos consumidores continuam indecisos na hora da compra.

Assim, para fazer eles adicionarem a mercadoria ao carrinho e clicar no botão “finalizar compra”, é preciso inserir mais um recurso.

Depoimentos e prova social de consumidores satisfeitos com um produto são uma arma persuasiva para convencer aqueles que estão com abas de diferentes lojas online abertas em seus navegadores.

Por isso deixe aberto em sua página um espaço para comentários dos clientes com um sistema de notas.

Ou então peça para eles fazerem um depoimento.

Para ganhar mais credibilidade, coloque fotos das pessoas que escreveram seus testemunhos.

9. Otimize a página para smartphones e tablets

pesquisa da MeSeems/Mindminers de 2021, encomendada pelo Google, mostra que 62% dos brasileiros fazem compras online exclusivamente pelo smartphone.

Por essa razão, você deve criar as páginas de produtos que se adaptem à experiência do usuário de celular.

Imagine um consumidor acessando um e-commerce e tendo que dar zoom na tela com os dedos para ler a descrição do produto e ver as imagens.

Ou então página que demora muito para carregar. Bastante incômodo, não é?

Isso irá fazê-lo fechar esse site e abrir o do concorrente.

Portanto, procure fazer as seguintes otimizações:

  • destaque as categorias dos produtos;
  • apresente filtros;
  • dê ênfase à sua marca;
  • publique textos curtos ou então divida-o em parágrafos de no máximo quatro linhas;
  • proteja os dados dos seus cliente e ofereça um ambiente seguro para a compra.

Ao colocar isso em prática você aumentará a taxa de conversão de vendas do seu negócio.

11. Use Call to Action

Call to Action (CTA) ou chamada para a ação é um botão ou mensagem em um site que pede ao visitante o que fazer em seguida.

Como gestor de e-commerce, você pode fazer os seguintes pedidos:

  • cadastre-se: pedir para ele colocar seu e-mail em um campo para receber ofertas exclusivas;
  • ver produto: botão disponível na página inicial do site que pede para o consumidor visitar a página de venda do produto;
  • adicione ao carrinho: solicita ao visitante para adicionar uma mercadoria ao carrinho, enquanto olha outros produtos no site;
  • compre agora: pede para o consumidor finalizar a compra.

Para aumentar a taxa de conversão, faça alguns aperfeiçoamentos.

Primeiro, teste botões de diferentes cores. Você tem que encontrar a cor perfeita que ressoe com o seu público-alvo e que faça parte da identidade visual da sua marca. Crie diferentes botões e teste-os. Por meio de testes A/B, descubra a versão com taxa de cliques mais alta.

Segundo, use o gatilho mental de urgência para aumentar conversões. As pessoas quando percebem que estão prestes a perderem uma oportunidade tendem a agir para não deixá-la passar.

Por exemplo, um e-commerce que vende roupas femininas fez uma promoção de 30% de desconto para um de seus vestidos, dizendo que ela ia acabar em 24h. Na mesma página, um relógio em contagem regressiva falava aos visitantes quanto tempo faltava para a promoção acabar.

Se você administra um site próprio, terá mais liberdade criativa para colocar essas dicas em prática. Mas se atua em um marketplace, estará sujeito às diretrizes da plataforma.

11. Explore as ferramentas de IA para ajudar na sua rotina

Cuidar de um negócio é manter-se ocupado o tempo todo.

Principalmente uma loja online pequena em que há poucos funcionários ou nenhum.

Assim, o dono fica sobrecarregado com diversas tarefas: relação com os fornecedores, atendimento ao cliente, cuidar da logística de entrega do produto, analisar as finanças, entre outros.

Dessa forma, pode não sobrar tempo para escrever uma descrição de produto.

Então, qual é a solução?

Você pode usar ferramentas de inteligência artificial como o Chat GPT e a Niara para criar descrições para as suas mercadorias.

Entretanto, como mencionado anteriormente, é preciso usá-las com cuidado para não prejudicar os seus resultados de marketing.

Por isso, trouxemos algumas instruções para tirar o melhor proveito delas.

Lembrando que a versão gratuita do Chat GPT possui limitações e a Niara só é possível usar por meio de um plano de assinatura.

Confira as dicas de uso:

  • crie contas na Open AI (site do Chat GPT) e na Niara ou então faça o login, caso você já tenha contas criadas nesses sites;
  • abra um chat;
  • adicione um comando como “faça uma descrição de produto de jogo de lençol de cama para casal”.

O texto gerado é muito genérico, não é mesmo? Por esse motivo, faça o seguinte:

  • adicione atributos e benefícios do produto no próximo comando, como o material de que ele é feito e qual vantagem traz para quem usa. Por exemplo, tecido percal e fios de algodão; produz sensação de maciez ao deitar-se.

A descrição feita traz mais detalhes e está mais encorpada. Chamará a atenção de quem procura mais conforto. A partir daí se quiser você pode inserir mais atributos como medidas, cor e o nome da marca; e mais benefícios, como facilidade de lavar, elasticidade e custo-benefício.

Depois, faça edições no texto para colocar o tom de voz da sua marca, para ajustar as palavras-chave em SEO ou para excluir ou reescrever algum trecho de que não gostou.

Agora, mesmo cheio de tarefas, você está pronto para escrever descrições de produtos persuasivas.

Comparativo: descrição de produto otimizada X Descrição de produto não otimizada

Agora, vamos fazer uma comparação entre duas descrições de produtos fictícias sobre um colchão de cama de solteiro.

Exemplo de descrição de produto não otimizada

Nome do Colchão de cama de solteiro.

Marca x. Selado pelo INMETRO. Comprimento: 190 cm. Largura: 90 cm. Altura: 15 cm. Cor: Bege. Material de espuma EPS. Tecido de poliéster de alta qualidade. Antiácaro, Antimofo e Antialérgico.

Exemplo de descrição de produto otimizada

Nome do Colchão de cama de solteiro marca x

Colchão de cama de solteiro marca x preenchido com espuma EPS que proporciona noites suaves e confortáveis de sono. Por ser hipoalergênico, ele é ideal para pessoas alérgicas e sensíveis. O selo do INMETRO confere segurança e qualidade na fabricação.

Características do produto:

  • dimensões: altura: 190 cm. Largura: 90 cm. Altura: 15 cm.
  • cor: bege;
  • tecido 100% poliester bordado;
  • garantia de 90 dias.

Após um longo de trabalho, dê ao seu corpo um descanso macio e seguro com o colchão da marca x.

Ao reunir atributos com benefícios em conjunto com a escaneabilidade, este segundo texto é mais persuasivo e converterá muito mais do que o primeiro.

Agora que você já sabe como fazer uma boa descrição de produto, comece a praticar nesta mesma hora, seja com o auxílio de uma ferramenta de inteligência artificial, seja utilizando a sua criatividade.

Com o tempo as vendas aumentarão, e você conseguirá realizar o sonho de expandir o seu negócio.

Conteúdos que podem te interessar:

SEO para e-commerce: Guia para otimizar seu negócio;
Abandono de carrinho: estratégias para evitar a prática;
SEO x Mídia Paga: quem ganha essa batalha [Vídeo]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual
Plano 1
52
Economize R$144
Economize R$144
Economize R$84
R$ 624 por ano
Economize R$144
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2
94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 3
236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros
Plano 4
359
Economize R$480
R$ 4.308 por ano
em até 6x sem juros

Plano 1

59

Melhor custo benefício

Plano 2

99

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Plano 3

249

Plano 4

399

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!