Pesquisar
Close this search box.

Call to Action: o que é e como usar na sua estratégia de vendas

No mundo do marketing digital, o Call to Action (ou Chamada Para Ação) é uma poderosa ferramenta para persuadir ou induzir os usuários a realizarem uma ação pré-determinada. Ele atua como um convite, com forte apelo visual e textual, criado para despertar o interesse e incentivar a interação com o público. O foco é fazer com que o usuário realize uma ação.

Principais tópicos

Para quem deseja aumentar as vendas e melhorar os resultados das conversões, o uso correto do Call to Action pode ser a solução.

Afinal, conquistar a atenção dos usuários e fazer com que se tornem cada vez mais engajados não é uma tarefa fácil.

Portanto, é mais que necessário saber como criar CTAs eficientes e capazes de persuadir o leitor a tomar uma decisão.

Que, por mais que não seja uma tarefa fácil, existem boas práticas que podem aproximar você do sucesso.

Para isso, é preciso saber em quais canais é possível usar o CTA e como aplicá-los nas diferentes etapas do funil de vendas, bem como conhecer as melhores técnicas para criar um Call to Action infalível.

Quer saber tudo o que é preciso sobre o Call to Action?

Então, não deixe de conferir neste artigo completo que preparamos para você agora mesmo!

O que é um CTA?

No mundo do marketing digital, o Call to Action (ou Chamada Para Ação) é uma poderosa ferramenta para persuadir ou induzir os usuários a realizarem uma ação pré-determinada.

Ele atua como um convite, com forte apelo visual e textual, criado para despertar o interesse e incentivar a interação com o público.

O foco é fazer com que o usuário realize uma ação.

Essa ação varia de acordo com os objetivos de cada estratégia de vendas, como:

  • comprar um produto;
  • assinar uma newsletter;
  • baixar um e-book;
  • preencher um formulário, entre outros.

O objetivo principal do CTA é orientar e incentivar o usuário a realizar uma ação, direcionando-o para o próximo passo na estratégia de conversão da empresa.

Como o CTA funciona na prática?

O CTA funciona como um guia visual ou textual que direciona o usuário para uma ação desejada.

Ele utiliza técnicas persuasivas e estratégias de marketing para atrair a atenção do usuário e convencê-lo a realizar a ação proposta.

Uma estratégia amplamente utilizada para potencializar o CTA, é o método AIDA, que representa as etapas da jornada de compras do consumidor:

  • Atenção;
  • Interesse;
  • Desejo;
  • Ação.

O CTA tem um papel muito importante na etapa de ação, já que fornece uma oportunidade muito clara para que o visitante tome uma decisão rapidamente e realize a ação esperada.

Existem alguns fatores fundamentais que devem ser considerados para entender o bom funcionamento do CTA.

Acompanhe!

Destaque e visibilidade

Para que tenha o resultado esperado, o CTA deve ser colocado em locais estratégicos, onde esteja bem visível e em destaque na página.

Esse local pode ser no topo da página, no meio ou no final do conteúdo.

Existem muitos formatos em que o Call to Action pode ser usado, como em forma de botão, de link ou até mesmo de texto destacado.

Linguagem persuasiva

Utilize uma linguagem persuasiva e que deixe muito nítido qual é a ação que deve ser tomada.

Comece com verbos de ação, seja claro e direto sobre a ação que o usuário deve tomar.

Design atrativo

Outro ponto fundamental para o sucesso dessa estratégia é o design usado para atrair a atenção dos usuários.

Para isso, use cores contrastantes que se destaquem do restante do conteúdo, escolha uma fonte legível e utilize elementos gráficos que direcionem o olhar para o CTA.

Senso de urgência

Crie um senso de urgência para motivar os usuários a realizarem uma ação imediata.

O senso de urgência se dá, dentre outras ações, por meio de frases que indiquem uma oferta por tempo limitado, um número limitado de vagas ou de produtos, bem como um desconto exclusivo.

A ideia é criar uma linguagem que passe a sensação de que os usuários não podem perder essa oportunidade única.

Relevância e alinhamento

É preciso, também, garantir que o CTA esteja alinhado com o conteúdo ao seu redor e seja relevante para a oferta apresentada.

Ele deve fazer sentido dentro do contexto em que está inserido, para capturar o interesse do usuário e incentivá-lo a fazer uma ação.

Testes e otimização

Faça testes, como o teste A/B para identificar qual CTA usado gera os melhores resultados, de acordo com cada objetivo estipulado para ele.

Afinal, é preciso entender qual formato é o mais indicado, considerando, elementos de texto, cores, posicionamento na página e tamanho da chamada para descobrir qual combinação gera mais engajamento e melhor taxa de conversão.

Acompanhamento e análise

Use ferramentas de análise para rastrear o desempenho do CTA.

Acompanhe as métricas diversas condizentes com cada objetivo definido para a chamada, como taxa de clique, taxa de conversão, taxa de rejeição, entre outras, para avaliar a eficácia do CTA e fazer os ajustes necessários.

Não se esqueça de que um CTA eficiente deve ser relevante para a estratégia, atraente para os usuários e totalmente direcionado para uma ação específica.

Ele deve incentivar os usuários a tomar medidas imediatas, seja comprar um produto, preencher um formulário, inscrever-se em uma lista de e-mail e muito mais.

Como o CTA impacta no processo de conversão?

O CTA desempenha um papel fundamental no processo de conversão, influenciando os usuários a percorrerem o caminho definido, do momento em que são impactados com uma oferta até o momento que realizam a ação desejada.

Um modelo muito utilizado para atender a esse processo é o AIDA.

Esse modelo é implementado por meio de 4 etapas bem definidas que acompanham a jornada de compras dos consumidores, que são: Atenção, Interesse, Desejo e Ação. Veja, agora, cada uma delas.

Atenção

O primeiro objetivo do CTA é chamar a atenção dos usuários para que o interesse pela oferta seja despertado.

Logo, ele deve se destacar visualmente na página, com cores chamativas, design atraente e posicionamento estratégico para atrair o olhar do visitante e fazer com que ele veja valor no que está sendo ofertado.

Interesse

Uma vez que a atenção foi capturada, o CTA deve despertar o interesse dos usuários.

Isso ocorre ao comunicar os benefícios e o valor que os usuários terão ao realizarem a ação que está sendo proposta.

A linguagem persuasiva e direta do CTA é fundamental para transmitir esses benefícios de maneira convincente e objetiva, o que ajuda a despertar o real interesse dos usuários para aproveitarem a oferta.

Desejo

O CTA também tem um papel fundamental em despertar o desejo nos usuários, mostrando para eles os benefícios únicos e exclusivos que eles conquistarão ao realizar determinada ação.

Com a utilização de frases e textos que reforçam a exclusividade, escassez ou urgência da oferta, o CTA incentiva os usuários a sentirem que não podem perder a oportunidade e que devem agir imediatamente.

Ação

Essa é a etapa final desse processo de tornar o CTA mais eficiente, sendo o último passo de conversão do CTA, a Ação.

Aqui, a chamada desempenha papel de grande importância, já que fornece a instrução, de maneira objetiva, sobre o que o usuário deve fazer em seguida.

Ela deve ser convincente o suficiente para que os usuários se sintam motivados a realizar a ação proposta, como clicar em um botão, preencher um formulário, efetuar uma compra, bem como outras ações que estejam alinhadas à estratégia e ao objetivo utilizados.

Ao compreender o método AIDA e aplicá-lo corretamente no uso do CTA, você consegue aumentar muito o potencial de persuasão e influência da chamada, para que os usuários realizem uma ação e deem o próximo passo na jornada de compras.

É fundamental entender que o CTA deve estar alinhado com o conteúdo ao redor, ser relevante para a oferta apresentada e estar adequado às necessidades e desejos da sua persona.

Onde posso usar o Call to Action?

O Call to Action é uma estratégia muito versátil e pode ser usada em diversos canais de marketing digital para fazer o correto direcionamento dos usuários.

Veja, a seguir, como o CTA pode ser usado em diferentes contextos!

Sites

Nos sites, o Call to Action deve ser colocado em locais estratégicos, como no cabeçalho, no rodapé, nas barras laterais, dentro do conteúdo, em pop-ups e em outros locais que fizerem sentido para o seu negócio.

Dentro do site, o CTA é bastante usado para direcionar o tráfego para páginas específicas e encorajar os usuários a interagirem com algum conteúdo.

Blogs

No blog, o CTA pode ser inserido no final de algum artigo, para convidar o leitor para continuar consumindo os conteúdos publicados ou realizar outra ação e continuar interagindo com algum canal da empresa.

Para o blog, o CTA ajuda a aumentar o envolvimento do leitor e a direcioná-lo para outras partes do seu site, bem como para estimular mais interações com as redes sociais do negócio.

Landing page

Quando usado em uma landing page, o CTA é muito valioso para incentivar o usuário a clicar em um link e realizar a ação desejada, que tem a intenção de capturar as informações e gerar leads.

O CTA na landing page deve ser bastante atraente, destacado e alinhado com a oferta.

Afinal, é preciso estimular o visitante a tomar determinada ação, bem como fornecer dados pessoais.

E-mail

Na estratégia de e-mail marketing, o CTA é muito usado para incentivar o destinatário a clicar em um determinado link e realizar uma ação específica.

O CTA inserido no e-mail deve ser chamativo, contar com um design atraente, estar destacado e bem alinhado com a oferta.

As ações são voltadas para estimular os usuários a tomarem uma ação imediata e para aumentar as taxas de conversão do empreendimento.

Anúncios

No anúncio, o Call to Action desempenha um papel fundamental para o máximo de cliques e conversões.

Nesse caso, o CTA deve ser conciso, direto e persuasivo, oferecendo um incentivo claro para que os usuários sintam a necessidade de clicar ou realizar a ação determinada.

E-books

Nos materiais ricos, como o e-books, o CTA pode ser inserido ao longo do conteúdo ou no final do material.

Usar o CTA em e-books é muito importante para capturar leads e para mantê-los engajados, mesmo após a leitura completa do material.

Redes Sociais

O uso do CTA nas redes sociais, é muito valioso para estimular que os seguidores façam interações com os conteúdos.

Essa é uma excelente maneira de direcionar os usuários das redes para realizarem a ação desejada, o que aumenta muito o alcance das publicações e o engajamento com a sua conta comercial.

Vídeos

É possível, também, usar CTAs nos vídeos, para que as pessoas que visualizaram o vídeo realizem uma ação.

Nos vídeos, o CTA é muito eficiente para direcionar o usuário para outras partes do conteúdo ou do canal, bem como para promover ofertas valiosas.

Webinars

Durante um webinar ou evento online, você pode usar o Call to Action para envolver a audiência e estimular a participação dos espectadores.

Essa é uma forma poderosa de estimular a participação dos usuários no evento e a criar uma relação mais profunda com os participantes.

Principais exemplos de CTA

Vamos mostrar agora alguns bons exemplos de uso do CTA que podem fazer a diferença no sucesso da sua estratégia.

Confira!

CTA para Landing Page

Para criar um CTA para landing page, você precisa considerar o estágio do funil em que o usuário se encontra.

Para isso, considere alguns exemplos para cada etapa do funil de vendas.

Topo de funil

  • “Descubra as últimas tendências da indústria! Inscreva-se agora mesmo e se mantenha atualizado;
  • “Baixe nosso guia gratuito e aprenda os primeiros passos para alcançar o sucesso”;
  • “Assista ao nosso vídeo de introdução e veja como podemos te ajudar a vender mais”.

Meio de funil

  • “Baixe nosso estudo de caso e veja como a nossa solução ajudou outras empresas”;
  • “Inscreva-se para participar do nosso webinar e aprenda estratégias avançadas de crescimento de negócios;
  • “Agende uma consulta gratuita para discutir suas necessidades e descobrir como podemos ajudar”.

Fundo de funil

  • “Compre agora mesmo e aproveite o desconto de R$ 300,00”;
  • “Agende uma demonstração personalizada e veja nossa solução em ação”;
  • “Faça parte da nossa comunidade VIP e tenha acesso a ofertas exclusivas e suporte prioritário”.

CTA para blog

Para criar bons CTAs, voltados para blog, leve em consideração o contexto e os interesses da sua persona. Veja alguns exemplos para cada etapa do funil.

Topo de funil

  • “Leia nosso artigo completo e aprenda os conceitos básicos dos CTAs”;
  • “Descubra agora mesmo as melhores práticas para usar os CTAs com este artigo;
  • “Assine nossa newsletter para receber todas as novidades sobre o uso do CTA”.

Meio de funil

  • “Aprofunde seus conhecimentos sobre CTA, baixando o nosso e-book sobre o assunto”;
  • “Leia nosso estudo sobre as melhores práticas de CTA com este artigo completo sobre o assunto”;
  • “Participe da nossa lista de e-mail e receba atualizações exclusivas sobre o uso do CTA”.

Fundo de funil

  • “Descubra como nossa solução pode resolver seus desafios. Entre em contato conosco para uma avaliação gratuita”;
  • “Agende uma consulta personalizada com nossa equipe de especialistas e receba orientações especializadas sobre o CTA”;
  • “Faça um upgrade para nossa versão premium e obtenha acesso a recursos avançados”.

CTA para redes sociais

Nos canais de redes sociais, é muito comum usar o Call to Action para incentivar a interação, aumentar o engajamento e gerar tráfego para outros canais.

Confira alguns bons exemplos de CTA para as redes sociais!

Topo de funil

  • “Siga nossa página agora mesmo para ficar por dentro das últimas tendências da indústria”;
  • “Curta nossa página e descubra como o nosso produto pode transformar seu negócio”;
  • “Compartilha este post com seus amigos para que eles tenham acesso a esse importante conteúdo”.

Meio de funil

  • “Descubra mais sobre o uso do CTA acessando nosso blog”;
  • “Assine agora mesmo nossa newsletter para receber mais conteúdos exclusivos como este, direto na sua caixa de entrada”;
  • “E então, o que você achou deste conteúdo? Deixe um comentário e vamos discutir mais sobre o assunto”.

Fundo de funil

  • “Entre em contato com a nossa equipe agora mesmo e aproveite uma consultoria gratuita”;
  • “Aproveite essa oferta exclusiva e obtenha 15% de desconto na sua primeira compra. Clique no link para comprar agora”;
  • “Compartilhe seu sucesso conosco! Mostre como nossa empresa te ajudou a alcançar os seus objetivos”.

CTA para YouTube

Os Call to Action são comumente usados nos vídeos do YouTube para gerar engajamento, assinaturas e muito mais. Veja, a seguir, alguns dos principais usos dessa ferramenta no YouTube!

Topo de funil

  • “Inscreva-se no nosso canal para receber mais dicas e informações sobre esse importante tema”;
  • “Quer saber mais sobre algum assunto relacionado? Se sim, deixe nos comentários abaixo”;
  • “Clique agora mesmo no link da descrição para ter acesso ao nosso material completo e gratuito”.

Meio de funil

  • “Assista a este vídeo para aprender estratégias mais avançadas de CTA”;
  • “Se você ainda não sabe o que é CTA, confira este outro vídeo introdutório sobre o assunto”;
  • “Junte-se agora mesmo à nossa comunidade exclusiva e tenha acesso a conteúdos extras sobre esse importante tema”;

Fundo de funil

  • “Agende agora mesmo uma consultoria personalizada com a nossa equipe especializada e entenda como melhorar os seus resultados”;
  • “Aproveite esta oferta especial e receba descontos exclusivos em nossos produtos. Clique no link da descrição para saber mais”;
  • “Compartilhe este vídeo com sua rede de contatos para que eles também possam se beneficiar com as nossas dicas”.

CTA para e-mail

O e-mail é muito importante como estratégia de marketing porque torna-se um canal próprio de comunicação entre você e seus consumidores. Portanto, também existem boas maneiras de incluir CTAs nas suas mensagens. Veja alguns exemplos para cada estágio do funil de vendas.

Topo de funil

  • “Descubra 5 passos essenciais para alcançar o sucesso com este artigo”;
  • “Assista nosso vídeo e entenda tudo sobre o assunto”;
  • “Inscreva-se agora mesmo no nosso webinar e aprenda as melhores práticas para o uso do CTA”.

Meio de funil

  • “Agende uma demonstração personalizada e veja como nossa equipe pode otimizar os seus resultados”;
  • “Acesse este e-book e não tenha mais dúvidas sobre o assunto”;
  • “Experimente agora mesmo a nossa versão gratuita e veja como podemos otimizar os seus resultados”.

Fundo de funil

  • “Agende uma demonstração personalizada e veja como podemos melhorar os seus resultados de vendas”;
  • “Entre em contato com a nossa equipe hoje mesmo e aproveite uma consultoria gratuita”;
  • “Se torne um cliente premium ainda hoje e tenha acesso a nossos benefícios com 15% de desconto. Não perca essa oportunidade”.

Dicas para escrever um bom CTA

Justamente por ser uma estratégia de grande importância, você deve saber como escrever um bom Call to Action, para garantir os melhores resultados para o seu negócio.

É sobre isso que falaremos neste tópico. Vamos lá!

Seja específico

Quando o assunto é escrever um CTA de alta conversão, ser específico é um ponto fundamental.

Evite ser genérico no comando ou vago na chamada para a ação e forneça uma instrução clara e direta.

Indique para o usuário exatamente o que você quer que ele faça.

É preciso dar comandos transparentes e diretos, como “Inscreva-se agora mesmo, para receber o material completo” ou “Assine agora mesmo a nossa newsletter”.

Use verbos no imperativo

Outra característica fundamental para um bom Call to Action é o uso do verbo sempre no imperativo.

Esse modo verbal é muito válido para motivar uma ação imediata.

Ele transmite uma sensação de comando e de urgência.

Portanto, é preciso usar verbos no imperativo, como “Faça”, “Descubra”, “Aproveite”, “Experimente”.

Crie urgência

Um poderoso gatilho mental aliado do CTA é o senso de urgência. Foque em usar palavras e frases que criem uma sensação de escassez ou limite de tempo.

Por exemplo, “Oferta válida somente hoje”, “Estoque limitado”, “Últimas unidades disponíveis”.

Essa é uma boa maneira de incentivar os leitores para que realizem uma ação imediata, antes que percam a oportunidade em questão.

Use números para evidenciar benefícios

Os números também têm um impacto significativo na persuasão.

Com a inclusão de números específicos no CTA, você consegue evidenciar os benefícios que os leitores podem conquistar com a oferta.

Como exemplo, é comum encontrar Call to Action com o comando “Economize 50% na sua primeira compra” ou “Aprenda 10 estratégias de marketing de sucesso”.

Ofereça algo que valha a pena ser clicado

O CTA só terá o resultado esperado se oferecer algo de valor para os usuários.

Tenha certeza de que a ação criada traga algum benefício para o leitor e que ele perceba qual é.

Essa vantagem pode ser um recurso gratuito, uma oferta exclusiva, um conteúdo premium ou qualquer outra coisa que desperte o interesse e a curiosidade do público.

Como saber se o CTA deu resultado

Como existem muitos fatores que influenciam no desempenho do seu Call to Action e como não existe um modelo que funcione para todos os negócios e objetivos, é fundamental saber como testar os CTAs para entender qual desempenha melhor.

É possível fazer uma análise completa usando as métricas de desempenho mais compatíveis com esse tipo de conversão, como:

  • taxa de cliques: porcentagem de usuários que clicaram no CTA;
  • taxa de conversão: porcentagem de usuários que realizaram uma ação após clicarem no CTA;
  • tempo gasto na página: tempo que os usuários ficaram na página após o clique no Call to Action;
  • taxa de rejeição: porcentagem de usuários que abandonaram a página depois de clicar no CTA;
  • taxa de conversão do funil: porcentagem de usuários que realizaram o comando para ação em cada etapa do funil de vendas.

Mas também é possível contar com o auxílio de ferramentas tecnológicas gratuitas, como o próprio Google Analytics (GA).

Aqui, basta você definir qual será o link do Call to Action e criar alguns parâmetros de rastreamento com o URL Builder.

Depois de um tempo, com o CTA veiculando, acesse o GA e veja os resultados fornecidos, como o número de usuários que acessaram a página, oriundos da chamada.

O Call to Action, como vimos neste artigo, desempenha um papel fundamental na estratégia de vendas e marketing.

Ele é o responsável por direcionar os usuários a tomarem uma ação desejada, como fazer uma compra, assinar uma newsletter, ler outro artigo e muito mais.

Para criar um bom CTA, você precisa considerar o contexto do conteúdo, a persona do seu negócio, o estágio do funil de vendas e o seu objetivo atual.

Juntamente com as boas práticas, como usar verbos no imperativo, criar senso de urgência e oferecer uma oferta de valor, as suas taxas de conversão serão otimizadas.

Não se esqueça de estabelecer métricas relevantes para fazer a mensuração do sucesso da sua estratégia envolvendo o Call to Action.

Já que é preciso realizar testes para entender qual o melhor CTA para ser usado em cada caso da estratégia.

Quer melhorar ainda mais os seus resultados e aumentar a sua prospecção de clientes?

Se sim, confira este artigo e entenda tudo sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual
Plano 1
52
Economize R$144
Economize R$144
Economize R$84
R$ 624 por ano
Economize R$144
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2
94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 3
236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros
Plano 4
359
Economize R$480
R$ 4.308 por ano
em até 6x sem juros

Plano 1

59

Melhor custo benefício

Plano 2

99

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Plano 3

249

Plano 4

399

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!