Pesquisar
Close this search box.

Como precificar um produto Dropshipping corretamente? GUIA PRÁTICO

Como precificar um produto Dropshipping? Faça uma análise de custos detalhada, pesquise o mercado, determine sua margem de lucro, considere promoções e descontos, reveja os valores regularmente e adapte-se.
Como precificar um produto dropshipping

Principais tópicos

Como precificar um produto dropshipping corretamente? Esta é uma das perguntas que empreendedores de e-commerce se fazem com frequência.

A resposta não é simples, e exige uma análise aprofundada de diversos fatores.

No universo do e-commerce, cada detalhe — como os temas para loja virtual, tipos de produtos e nichos — pode impactar diretamente o sucesso de uma venda.

E um dos aspectos mais cruciais nesse contexto é a precificação dos produtos.

Quando falamos em dropshipping, essa tarefa se torna ainda mais complexa e essencial.

O motivo é simples: ao contrário dos modelos tradicionais de vendas online, o vendedor não mantém os produtos em estoque.

Em vez disso, ele atua como intermediário entre o fornecedor e o cliente, e a margem de lucro muitas vezes é mais apertada.

Determinar o preço certo é uma arte e uma ciência, e envolve uma cuidadosa avaliação de custos, concorrência, valor percebido pelo cliente e muitos outros elementos.

Precificar corretamente no dropshipping não só contribui para aumentar o faturamento da empresa, mas também melhora a competitividade no mercado e a satisfação do cliente.

A seguir, mergulharemos mais a fundo neste tópico, explorando os desafios e as melhores estratégias para precificar seus produtos de dropshipping de forma eficaz.

O que é dropshipping?

Dropshipping é uma inovadora modalidade de vendas que tem conquistado cada vez mais espaço na gestão de e-commerce.

Mas, como precificar um produto dropshipping corretamente? Antes de abordarmos essa questão, é essencial entender a essência dessa prática.

Ao contrário dos modelos tradicionais de vendas, em que lojistas compram produtos em abundância para revender, no dropshipping, a lógica é um pouco diferente.

Nesse modelo, o vendedor age quase como um intermediário entre o fornecedor e o cliente final.

Ao receber um pedido, a loja adquire o produto de um fornecedor parceiro, responsável pelo envio direto ao cliente.

Assim, lojistas não precisam manter um estoque próprio, nem se preocupar com a logística de envio e armazenagem, apenas com o emissor de nota fiscal.

Além da questão da gestão de inventário, o dropshipping oferece outras vantagens evidentes:

Redução de Capital Inicial

Iniciar um negócio de e-commerce muitas vezes requer uma quantidade significativa de capital, principalmente para a aquisição de estoque, pagamento de impostos e divulgar loja virtual.

No entanto, com o dropshipping, esse cenário muda. Você só precisa investir no produto após o cliente já ter efetuado a compra, eliminando gastos antecipados e reduzindo o capital inicial necessário.

Menos Riscos

Estoques tradicionais estão sujeitos a diversos riscos, desde produtos que se tornam obsoletos até possíveis danos e furtos.

Ao operar sem um estoque físico, o dropshipping minimiza esses riscos, tornando a gestão muito mais tranquila e segura.

Flexibilidade de Oferta

A dinâmica do mercado e as preferências dos consumidores estão em constante evolução.

No dropshipping, a adição de novos produtos ao seu portfólio é simplificada, permitindo que vendedores se adaptem rapidamente a novas tendências, montem facilmente seu kit de produtos ofertados e satisfaçam as demandas emergentes dos clientes.

Operação Enxuta

Administrar um armazém físico e uma equipe de logística pode ser complexo e caro.

Na hospedagem de site de dropshipping, esses componentes são eliminados.

Isso permite que os lojistas mantenham uma operação mais simplificada, resultando em economia de recursos e otimização dos processos.

Entretanto, embora este modelo apresente diversos benefícios, ele também traz desafios específicos, como a precificação.

Afinal, como garantir margens de lucro atrativas, mantendo preços competitivos no mercado?

Este é um dilema que muitas pessoas enfrentam ao adotar a estratégia de dropshipping, e é o que abordaremos neste guia.

Vantagens de precificar corretamente no dropshipping

A arte da precificação no mundo do dropshipping não é apenas uma questão de determinar um valor para um produto.

Ao precificar corretamente, os vendedores desfrutam de uma série de benefícios estratégicos que podem impulsionar suas operações de e-commerce.

Além de se protegerem de influências externas, maximizando os lucros e melhorando a relação com seus clientes.

Abaixo, detalhamos algumas dessas vantagens cruciais:

1. Margem de lucro otimizada

Ao determinar o preço certo, você não só garante que cobre todos os seus custos, mas também assegura uma margem de lucro saudável.

Isso é essencial para a sustentabilidade e crescimento do negócio, especialmente em um mercado tão competitivo quanto o e-commerce.

Ao mesmo tempo, mantendo a competitividade de preços, atrai-se mais clientes potenciais que veem valor no que está sendo oferecido.

2. Reputação de marca

A precificação não afeta apenas seus lucros, mas também a percepção do consumidor sobre sua marca.

Preços justos e coerentes com o valor do produto fortalecem a imagem da marca e podem aumentar a confiança e lealdade dos consumidores.

Uma estratégia de precificação bem definida é, assim, um pilar fundamental na construção de uma marca sólida no mercado.

3. Redução de descontos desnecessários

Com uma precificação bem fundamentada e baseada em análise de mercado e custos, reduz-se a necessidade de promoções e descontos constantes.

Ao invés de atrair clientes apenas por meio de descontos, o foco se volta para o real valor e benefícios do mix de produtos da loja, preservando margens e evitando uma guerra de preços insustentável.

4. Prevenção de perda de vendas

Uma das principais razões para desistências no carrinho de compras é o preço do produto.

Ao estabelecer preços competitivos e atraentes, você impulsiona as vendas e — alinhando isso com o retargeting, ou recaptação de clientes — minimiza abandonos no carrinho.

Isso significa que mais visitantes se convertem em clientes, otimizando sua estratégia de marketing e aumentando a receita geral.

Como precificar um produto dropshipping? Passo a passo

Precificar um produto corretamente, principalmente na modalidade de dropshipping, é uma combinação de ciência e arte.

É necessário levar em consideração diversos fatores, desde os custos operacionais até a percepção de valor pelo cliente.

Uma dica é aproveitar as sazonalidades do mercado, como a homenagem ao dia do consumidor, por exemplo.

Vamos aprofundar cada etapa deste processo para que você possa precificar seus produtos com confiança e eficácia.

1. Análise de Custos: Mergulhe nos detalhes

A base de qualquer estratégia de precificação de produtos começa com a compreensão dos seus custos. E no dropshipping, essa análise pode ser um pouco mais complexa do que em outros modelos de negócio.

  • Custo de Aquisição do Produto: Quanto você paga ao fornecedor por cada unidade do produto? Lembre-se de considerar variações de preço baseadas em volume ou outras negociações.
  • Custos de Frete: Em dropshipping, o produto é frequentemente enviado diretamente do fornecedor ao cliente. Quais são os custos associados a isso? Existem taxas adicionais por peso, volume ou destino? Veja tudo isso na hora de calcular frete.
  • Taxas de Plataforma e Processamento: Se você vende em uma plataforma de terceiros ou utiliza sistemas de pagamento online, geralmente há taxas associadas. Calcule a porcentagem ou valor fixo que essas plataformas retiram de cada venda.
  • Custos Indiretos: Publicidade, atendimento ao cliente, software de gestão, entre outros. Distribua esses custos por venda para obter uma visão clara do gasto total.

2. Pesquisa de Mercado: Conheça seus concorrentes

No vasto mundo do e-commerce, para que você possa vender mais, entender o que seus concorrentes estão fazendo é fundamental.

Não se trata apenas de copiar preços, mas de compreender a percepção de valor e posicionamento no mercado.

  • Análise Competitiva: Use ferramentas online para monitorar os preços dos seus principais concorrentes. Veja como seus preços se comparam e identifique oportunidades.
  • Percepção de Valor: Por que os clientes escolheriam o seu produto em vez de um concorrente? É devido à qualidade, avaliações, branding, ou talvez uma combinação desses fatores?

3. Determine sua Margem de Lucro: Encontre o equilíbrio

Estabelecer uma margem de lucro líquido é mais do que apenas garantir lucratividade. É sobre encontrar o equilíbrio entre recompensar seu trabalho e oferecer valor ao cliente.

  • Custos vs. Valor: Com base nos seus custos e na pesquisa de mercado, determine uma margem que reflita o valor percebido do produto, mas que também cubra seus gastos e gere lucro.
  • Metas Financeiras: Sua margem deve também alinhar-se com suas metas financeiras a curto e longo prazo.

4. Considere Promoções e Descontos: Estratégias de Engajamento

Promoções são ferramentas poderosas para atrair e reter clientes. Isso aumenta até mesmo a taxa de recompra por consumidores antigos. No entanto, elas devem ser usadas com discernimento.

  • Descontos Planejados: Ao definir seu preço, pense em futuras promoções. Se pretende oferecer descontos de 20%, por exemplo, garanta que sua margem possa acomodar essa redução.
  • Estratégias Sazonais: Black Friday, Natal, datas comemorativas. Planeje descontos e promoções conforme o calendário do e-commerce.

5. Reveja Regularmente: Adapte-se e Evolua

O mundo do e-commerce é dinâmico e os preços podem precisar de ajustes frequentes.

Seja por mudanças no custo de aquisição, aumento das taxas de plataforma, ou simplesmente porque a concorrência mudou suas estratégias.

  • Monitoramento Contínuo: Use ferramentas e softwares específicos para monitorar a eficácia da sua estratégia de precificação.
  • Feedback dos Clientes: Mantenha um canal aberto com seus clientes. Eles podem fornecer insights valiosos sobre seus preços e valor percebido.

Em resumo, a precificação em dropshipping é uma tarefa contínua e multifacetada. A chave é informar-se, ser adaptável e sempre manter os interesses do cliente em primeiro plano.

Aplique as etapas acima no seu plano de negócios, que você se encaminha para definir preços que atraem clientes e maximizam seus lucros.

5 Cuidados Essenciais ao Precificar Seus Produtos de Dropshipping

Precificar produtos de dropshipping não é apenas sobre simples cálculos matemáticos, mas também envolve uma série de nuances que podem determinar o sucesso ou fracasso de sua estratégia.

Abaixo, destacamos cinco cuidados vitais que todos os vendedores de dropshipping devem ter em mente ao definir os preços de seus produtos.

1. Não Subestime seus Custos

O erro mais comum ao precificar produtos é subestimar ou esquecer de certos custos. No dropshipping, além do custo direto do produto, há uma série de outros gastos que devem ser considerados:

  • Taxas de Pagamento: Seja por gateways de pagamento ou transações internacionais, taxas podem corroer sua margem de lucro.
  • Custos Operacionais: Desde a manutenção da plataforma de venda, atendimento ao cliente, até despesas com publicidade, é vital lembrar de todos os custos que cercam o funcionamento do seu e-commerce.
  • Tarifas de Importação: Dependendo do país de origem do produto, podem existir tarifas adicionais que devem ser contabilizadas.

2. Atente-se à Percepção de Valor

O preço de um produto não deve ser determinado apenas com base no seu custo, mas também no valor que ele oferece ao cliente.

Entenda seu público-alvo e avalie o quanto estariam dispostos a pagar pelo benefício ou solução que seu produto oferece.

Faça pesquisas, colete feedbacks e ajuste seu preço consoante o valor percebido pelo mercado.

3. Evite uma “Guerra de Preços”

Entrar em uma competição acirrada de preços com outros vendedores pode parecer uma boa ideia no início, mas é uma estratégia arriscada. Ao competir apenas no preço, você pode:

  • Reduzir drasticamente sua margem de lucro.
  • Desvalorizar a percepção da sua marca.
  • Tornar-se dependente de volumes altos de vendas para garantir rentabilidade.

Em vez de entrar em uma “guerra de preços”, foque em diferenciação, seja por meio da qualidade do produto, atendimento ao cliente ou estratégias de marketing eficazes.

4. Considere a Psicologia de Preços

Detalhes na forma como o preço é apresentado podem influenciar a decisão de compra.

Preços terminados em “…,99” são percebidos como sendo menores do que realmente são, e são amplamente usados no varejo por essa razão.

Além disso, oferecer pacotes ou descontos por compras em quantidade podem incentivar compras maiores.

Entenda o comportamento do seu consumidor e aplique táticas de precificação que incentivem a compra.

5. Prepare-se para Ajustes

O mundo do e-commerce é bastante variável. As preferências de consumidores, a oferta e demanda, e até mesmo as condições econômicas podem influenciar a eficácia da sua estratégia de precificação.

Por isso, não se esqueça de monitorar regularmente o desempenho de suas vendas e prepare-se para fazer ajustes conforme necessário.

Use análises de dados, feedback dos clientes e atente-se às tendências do mercado para garantir que seus preços permaneçam competitivos e lucrativos.

Melhores Ferramentas para Precificação de Dropshipping

No universo do comércio eletrônico, a tecnologia se tornou uma aliada de peso para empreendedores.

Particularmente no dropshipping, onde as margens podem ser mais apertadas e a competição acirrada, o uso de ferramentas adequadas pode ser o diferencial entre o sucesso e o fracasso.

Para otimizar o processo de precificação, há diversas ferramentas que se destacam no mercado, ajudando lojistas a encontrar o ponto ideal para precificar seus produtos.

Estas ferramentas não apenas proporcionam uma visão clara dos preços da concorrência, mas também trazem insights sobre tendências, sazonalidades e demanda de mercado. Vamos conhecer algumas delas?

1. PriceTrack

O PriceTrack é uma solução robusta que ajuda os lojistas a monitorarem os preços da concorrência em tempo real.

Além disso, fornece análises detalhadas sobre tendências de preços e pode ser integrado a várias plataformas de e-commerce.

  • Como funciona: Ao rastrear os preços dos concorrentes, esta ferramenta sugere ajustes e adaptações para que o lojista mantenha sua competitividade, sempre preservando sua margem de lucro.

2. Prisync

Prisync é uma das ferramentas de monitoramento de preços mais populares no mercado de e-commerce.

Ela permite que os vendedores acompanhem os preços dos concorrentes e ajustem seus próprios preços de acordo.

  • Na prática: A ferramenta oferece um painel intuitivo, onde o lojista pode verificar variações de preços, históricos e até receber alertas quando um concorrente altera o preço de um item.

3. CamelCamelCamel

Especificamente voltada para produtos listados na Amazon, esta ferramenta gratuita rastreia os históricos de preços, ajudando vendedores a compreender as flutuações do mercado e a definir estratégias de precificação mais eficazes.

  • Quando acessada: CamelCamelCamel traz gráficos detalhados das variações de preço ao longo do tempo, permitindo um planejamento mais acertado de promoções e descontos.

4. DynaPrice

A DynaPrice é uma solução de precificação dinâmica que se ajusta automaticamente com base em uma série de fatores, incluindo demanda, concorrência e sazonalidade.

  • Ao calcular: Ela utiliza algoritmos inteligentes para analisar o mercado e sugerir ou até mesmo alterar automaticamente os preços, sempre visando maximizar lucros e vendas.

5. PriceGuard

Outra ferramenta eficaz, o PriceGuard ajuda lojistas a estabelecer estratégias de precificação, protegendo suas margens ao mesmo tempo, em que permanecem competitivos no mercado.

  • Na aplicação: Ao integrar dados de concorrência, custos e demanda, PriceGuard proporciona uma visão holística do cenário de mercado, guiando os lojistas em suas decisões de precificação.

A escolha de uma ferramenta de precificação adequada é fundamental no mundo do dropshipping.

Com as margens de lucro frequentemente mais apertadas do que em outros modelos de negócio, cada decisão conta.

Seja para rastrear concorrentes, analisar históricos de preços ou implementar estratégias de precificação dinâmica, contar com a tecnologia certa pode ser o que diferencia seu e-commerce dos demais.

Analise suas necessidades, avalie as funcionalidades de cada ferramenta e invista naquela que melhor se alinhe à sua estratégia de negócio.

A precificação adequada é uma arte — e com as ferramentas certas, você estará sempre um passo à frente da concorrência.

[EXTRA] Como gerenciar os preços de vários fornecedores no dropshipping?

Criar um dropshipping pode ser incrivelmente recompensador, mas, como em qualquer modelo de negócio, há desafios.

Um dos principais desafios é o gerenciamento dos preços de diversos fornecedores.

Quando você expande seus horizontes e começa a trabalhar com diferentes parceiros, a precificação torna-se uma dança complexa.

Para evitar “tropeços” e garantir uma estratégia de preços eficaz, é crucial ter abordagens estruturadas.

Vamos explorar algumas das melhores estratégias e práticas recomendadas para essa tarefa:

Padronização de Margens

Estabelecer uma margem padrão para todos os produtos pode simplificar o processo de precificação.

Ao determinar uma margem fixa, por exemplo, de 30%, você garante que todos os produtos vendidos gerem um lucro previsível.

Esta abordagem ajuda a manter uma estrutura de preços coerente, mesmo quando os custos de aquisição variam entre fornecedores.

Negociação com Fornecedores

A arte da negociação é fundamental no dropshipping.

Se você tiver um bom volume de vendas ou perspectiva de crescimento, é possível negociar preços mais baixos com seus fornecedores.

Conseguindo um preço de aquisição mais competitivo, você terá mais espaço para manobra na definição do preço final, equilibrando competitividade e lucratividade.

Softwares Especializados em Comparação de Preços

O mercado atual oferece uma série de soluções tecnológicas criadas especificamente para e-commerces e modelos de dropshipping.

Esses softwares monitoram e comparam preços em tempo real, considerando as ofertas de múltiplos fornecedores.

Essas ferramentas podem ajustar automaticamente os preços em sua loja conforme as flutuações do mercado, garantindo que você se mantenha competitivo sem sacrificar sua margem.

Monitoramento Regular e Reavaliação

O dropshipping é dinâmico. Os custos dos fornecedores podem variar com base em fatores como sazonalidade, disponibilidade de estoque e demanda.

Por isso, é essencial estabelecer uma rotina de monitoramento dos preços dos fornecedores.

Esta prática ajuda a identificar rapidamente quaisquer alterações e adaptar sua estratégia de precificação conforme necessário.

Estabelecer Parcerias Estratégicas

Em vez de trabalhar com inúmeros fornecedores que oferecem produtos semelhantes, considere estabelecer parcerias estratégicas com alguns selecionados. Isso pode permitir melhores condições de negociação e uma maior consistência na precificação.

Além disso, ao construir um relacionamento sólido com determinados fornecedores, é possível conseguir condições exclusivas que beneficiem sua estratégia de preços.

Gerenciar os preços de vários fornecedores no dropshipping exige estratégia, atenção e, muitas vezes, o auxílio de tecnologias especializadas.

Ao abordar este desafio com as práticas recomendadas acima, você estará em uma posição sólida para maximizar seus lucros enquanto oferece preços competitivos para seus clientes.

Lembre-se de que a precificação não é uma ciência exata, mas sim uma combinação de análise de dados, intuição de mercado e feedback contínuo. Preparar-se e adaptar-se é a chave para o sucesso nesta área.

Observe que a precificação vai além de simples números; ela reflete a imagem da sua marca, a confiança que os consumidores depositam em seus produtos e, em última análise, o sucesso do seu negócio.

Preparar-se também para as eventuais mudanças que possam surgir no mercado. Assim, você garante que sua estratégia de precificação esteja sempre alinhada com as demandas do mercado.

Entender como precificar um produto dropshipping não é apenas uma questão matemática, mas também uma estratégia alinhada às necessidades do mercado e à percepção de valor do consumidor.

Ao seguir este guia, você não só desmistifica esse processo, mas também se arma com as ferramentas e conhecimentos necessários para se destacar em um mercado competitivo.

Saiba que, acima de tudo, o foco deve permanecer em oferecer valor real ao cliente, pois, no final das contas, é a satisfação do cliente que impulsiona as vendas e o crescimento do seu e-commerce.

Dica do Antenor:

Como dar desconto sem prejudicar seu lucro?
Gestão de e-commerce: o que eu preciso para gerenciar uma loja online?
Dropshipping nacional: tudo o que você precisa saber para começar + lista de fornecedores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual
Plano 1
52
Economize R$144
Economize R$144
Economize R$84
R$ 624 por ano
Economize R$144
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2
94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 3
236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros
Plano 4
359
Economize R$480
R$ 4.308 por ano
em até 6x sem juros

Plano 1

59

Melhor custo benefício

Plano 2

99

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Plano 3

249

Plano 4

399

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!