Pesquisar
Close this search box.

Como vender no Mercado Livre? 11 passos simples para começar no marketplace

Para vender no Mercado Livre é preciso se cadastrar na plataforma como vendedor. O primeiro passo é acessar o site do Mercado Livre e criar a sua conta no canto superior direito da página. Após preencher as informações com dados solicitados, aguarde o e-mail de confirmação do próprio Mercado Livre e comece a vender mesmo usando CPF.
como vender no mercado livre

Principais tópicos

Vender através dos marketplaces é uma excelente opção para empreendedores que estão iniciando a jornada no meio digital.

Entre as diversas dúvidas de quem está começando, uma das principais é a de como vender no Mercado Livre.

Mais do que bons produtos e uma logística eficiente de entregas, um vendedor de marketplace precisa atuar nas melhores plataformas se quiser construir uma receita e ter sucesso no longo prazo. 

Por isso, saber como vender no Mercado Livre pode ser a solução para potencializar os seus resultados de vendas online.

Isso porque esse marketplace líder na América Latina, oferece ferramentas e vantagens de grande importância.

Afinal, juntamente com os milhões de potenciais compradores, existem milhares de empresas concorrendo diretamente com você.

O que é o Mercado Livre?

O Mercado Livre é um marketplace fundado na Argentina em 1999, pelo empresário Marcos Galperín, desde então a plataforma cresceu e se tornou um dos maiores marketplaces do mundo.

No início da sua operação o Mercado Livre atendia vendedores únicos ou ocasionais.

Pessoas que queriam vender algo usado de maneira online, por exemplo, semelhante a um classificado.

Hoje, a plataforma conta com quase 139 milhões de usuários ativos, mais de 12 milhões de vendedores e segue operando em 18 países.

São eles:

Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, México, Peru, Uruguai, Venezuela, República Dominicana, Honduras, Nicarágua, El Salvador, Panamá, Bolívia, Guatemala e Paraguai.

Por ser aberto para empreendedores de todos os tamanhos e portes, o que inclui pequenos comerciantes até grandes marcas, o MELI como também é chamado, oferece oportunidades diversas para quem deseja vender online.

Isso porque a plataforma atua como intermediária entre compradores e vendedores, ao possibilitar um espaço digital seguro para transações sem riscos.

Dessa maneira, os vendedores têm a oportunidade de anunciar seus produtos, e os compradores podem fazer pesquisas, comparar preços, acessar as avaliações de outros compradores e realizar compras, tudo dentro da plataforma.

No Brasil, o Mercado Livre é o 5º site mais acessado da internet, com 52 milhões de visitantes únicos por mês, segundo dados da própria plataforma.

Acessos do Mercado Livre no Brasil

Além de permitir a publicação de produtos de milhões de vendedores, a plataforma ainda oferece outros serviços para facilitar a experiência do usuário e do vendedor.

Entre eles, estão os serviços de armazenamento, logística de entrega e pagamentos online.

De maneira geral, o Mercado Livre ganha muito destaque por conta de sua amplitude geográfica, reputação, sua capacidade de conexão entre compradores e vendedores.

Bem como as ferramentas de marketing integradas à plataforma.

Como vender no Mercado Livre?

Existem alguns passos indispensáveis para começar a vender no Mercado Livre, como a criação de uma conta e a configuração das informações.

É sobre isso que falaremos neste tópico.

1º passo: Acesse o site do Mercado Livre

O primeiro passo é acessar o site da plataforma.

No seu navegador web, acesse o site oficial do Mercado Livre

site do mercado livre

2º passo: Crie sua conta

Já no site oficial, acesse “Criar conta” ou “Entrar”, que fica localizado no canto superior direito da página inicial.

como criar uma conta no Mercado Livre

Se você ainda não tem uma conta, acesse “Criar conta” e preencha o formulário de cadastro com os dados solicitados: informações pessoais diversas, como nome, e-mail, CPF, CNPJ e senha.

Tenha certeza de que as informações preenchidas estão corretas antes de enviar esses dados.

Como criar uma conta no Mercado Livre - dados necessários

3º passo: Verifique seu e-mail

Após o preenchimento e envio das informações cadastrais, chegará um e-mail de confirmação no endereço de e-mail que você forneceu no momento do cadastro.

Logo, acesse a caixa de entrada do e-mail fornecido, encontre o e-mail do Mercado Livre e siga as instruções para fazer a verificação da conta.

Essa é uma etapa importante na criação de conta no marketplace.

4º passo: Acesse sua conta

Após realizar a verificação de e-mail, volte ao site do Mercado Livre para fazer login com o e-mail e senha cadastrados.

Para fazer o login, selecione a opção “Entrar” e preencha as informações.

5º passo: Configure seu perfil

Após o login, você será direcionado para uma página de perfil.

Nessa página, será necessário preencher informações adicionais para personalização da página.

Algumas informações necessárias para essa seção são: nome completo, endereço, número de contato, foto de perfil e outros dados.

É importante ter atenção nesse momento, pois esses são dados que deixam o perfil mais completo e confiável para os potenciais compradores.

6º passo: Dados bancários

Para receber pagamentos pelas vendas realizadas, você precisará vincular uma conta bancária à sua conta do Mercado Livre.

Para isso, acesse a aba “Minha Conta” e, posteriormente, a aba “Dados Pessoais”.

É nessa seção que será possível encontrar a opção para adicionar dados bancários, número de conta e agência.

Basta seguir as instruções fornecidas pelo site para concluir o processo corretamente.

7º passo: Configure as preferências de vendas

No menu “Minha Conta”, acesse “Configurações” e, em seguida, “Preferências de vendas”.

Nessa etapa, você deverá selecionar opções, como o tipo de anúncio (Clássico, Premium ou Full).

Dentre as opções, você também definirá a duração dos anúncios, a política de devolução e outras configurações importantes relacionadas à experiência de vendas no marketplace.

Não existe uma fórmula pronta ou uma regra definida para as melhores opções, mas sim, as opções que melhor atendam às suas necessidades.

8º passo: Crie seus anúncios

Com a sua conta devidamente configurada, é hora de começar a anunciar seus produtos.

Para isso, clique em “Vender”, na sua página inicial, e siga as instruções fornecidas pelo próprio site.

Este é um momento muito importante que requer total atenção, já que é por meio desse anúncio que seus clientes encontrarão seus produtos.

Para criar os anúncios, será necessário informar o título do anúncio, descrição, categoria, preço, condição do item, fotos otimizadas e outras características valiosas.

9º passo: Gerencie suas vendas

Agora é hora de gerenciar suas vendas.

Para facilitar essa etapa, o Mercado Livre oferece ferramentas para otimizar esse processo.

Confira algumas delas:

Painel de vendas

Acesse o painel de vendas para acompanhar suas vendas, verificar os pedidos recebidos, gerenciar os pagamentos e identificar as etapas necessárias para a conclusão das transações.

Gerenciamento de estoque

O Mercado Livre também oferece uma ferramenta de gestão de estoque.

Com essa funcionalidade, você poderá atualizar o nível de estoque manualmente ou usar a integração com um sistema externo de gestão de estoque, para garantir que os dados referentes ao estoque estejam corretamente atualizados.

Respostas rápidas

Outra funcionalidade importante é oferecer respostas rápidas para as perguntas mais frequentes dos usuários.

Isso ocorre porque existem perguntas frequentes que, se respondidas manualmente, exigiriam tempo e esforço do vendedor.

Atendimento ao cliente

É fundamental oferecer um atendimento ao cliente eficiente e ágil, bem como todo o suporte que os compradores demandam.

Para isso, a própria plataforma desenvolveu um sistema interno de mensagens que otimiza o processo de comunicação entre vendedor e comprador.

Avaliação e feedback

O pós-venda também é uma etapa importante para os empreendedores que atuam no Mercado Livre.

Após a venda, solicite e incentive os compradores da sua marca a deixarem avaliações e feedbacks sobre toda a experiência de compra que tiveram.

Esse é um momento crucial na construção de uma boa reputação e ajuda muito a aumentar a confiança dos futuros compradores.

10º passo: Envie os produtos

Outra etapa importante é o envio dos produtos vendidos, com segurança e eficiência.

O Mercado Livre oferece diversas opções de envio, com um serviço de logística que permite imprimir etiquetas pelo próprio site.

Ao usar a opção do marketplace, você terá acesso a várias vantagens, como descontos em fretes e rastreamento de produtos.

Para isso, basta seguir as instruções fornecidas para a preparação do pacote, impressão das etiquetas e entrega dos produtos aos serviços indicados pela plataforma.

Nessa etapa, também é necessário ter cuidado com a embalagem do produto, incluindo a proteção adequada para o trajeto de envio.

11º passo: Faça o acompanhamento

Conforme as vendas vão ocorrendo, é muito importante prestar atenção às métricas de desempenho da plataforma.

Ela fornece dados valiosos, como o desempenho dos anúncios, taxas de conversão, feedbacks dos clientes e muito mais.

Com base nesses dados, reais e atualizados, será possível fazer ajustes na estratégia de precificação, descrição dos produtos, atendimento ao cliente e tudo mais que for necessário para otimizar os resultados do seu negócio online.

Quanto custa vender no Mercado Livre?

Quando você decide vender no Mercado Livre, é fundamental compreender que existem custos relacionados a essas transações.

A plataforma possui uma estrutura de taxas e custos que afetam a margem de lucro do seu negócio.

Veja a seguir alguns dos principais aspectos que devem ser considerados para entender melhor como vender no Mercado Livre.

Tipos de anúncios

Existem três principais tipos de anúncios que os vendedores podem escolher para comercializar produtos na plataforma.

Anúncio grátis

É uma modalidade de anúncio gratuita, onde você só pagará a comissão para a plataforma após a venda do produto.

Nessa modalidade, é preciso considerar alguns aspectos importantes:

  • Se optar por essa modalidade de anúncio, será possível anunciar “Grátis” até que sejam feitas 20 vendas no último ano.
  • Para produtos novos, é possível anunciar gratuitamente até que sejam atingidas 5 vendas no último ano.

Anúncio Clássico e Premium

Nessas modalidades, é possível contar com uma maior visibilidade dos seus produtos e pagar somente quando a venda for concluída.

Quando a opção escolhida é a Premium, é automaticamente oferecido um parcelamento sem juros.

Cada tipo de anúncio possui especificações relacionadas aos produtos comercializados.

A plataforma oferece uma tabela que você pode consultar para compreender os custos do seu produto.

Comissão sobre as vendas

Como mencionado acima, existem comissões cobradas pelas vendas, que variam conforme as diferentes categorias de produtos.

Na tabela disponibilizada acima, também é possível consultar as comissões cobradas pelos produtos.

É muito importante consultar a tabela para verificar as variações existentes nas comissões por produtos.

Taxas de envio

Se você optar pelo serviço de envio do próprio Mercado Livre, conhecido como Mercado Envios, haverá custos associados aos serviços de logística.

Essas taxas também variam de acordo com o tamanho, peso e local de entrega dos produtos comercializados.

Além disso, o Mercado Livre possui parcerias com transportadoras, o que permite contar com descontos nos fretes, reduzindo os custos relacionados ao envio dos produtos.

Outros custos

Além dos custos mencionados acima, é importante considerar outras despesas envolvidas na venda no Mercado Livre.

Existe o custo da embalagem do produto, já que é sua responsabilidade fornecer embalagens adequadas para os produtos, garantindo que eles cheguem intactos aos compradores.

A publicidade também é um fator indispensável, pois você pode optar por anúncios patrocinados que ajudam muito a aumentar a visibilidade de suas ofertas e a obter melhores resultados de vendas.

Preciso ter CNPJ para vender no Mercado Livre??

Para começar a vender no Mercado Livre, você não precisa abrir uma empresa

Não há a obrigatoriedade de cadastrar um CNPJ, e você pode realizar o cadastro na plataforma como vendedor utilizando apenas seus dados pessoais e CPF.

Na maioria dos casos, as pessoas começam vendendo os produtos no Mercado Livre como pessoa física. 

No entanto, a plataforma tem promovido cada vez mais iniciativas para incentivar os vendedores a abrir um CNPJ.

Um bom exemplo é o sistema de classificação de MercadoLíder, permitido apenas para os vendedores cadastrados na plataforma com o CNPJ.

Tipos de anúncios para vender no Mercado Livre

Existem diferentes tipos de anúncios para vender no Mercado Livre, e cada um oferece vantagens específicas para os comerciantes.

Portanto, é ideal compreender cada um deles para maximizar a visibilidade e converter em mais vendas. Confira os tipos de anúncio!

Anúncio Grátis

Os lojistas que optam pela modalidade de anúncio grátis não precisam pagar comissão ao Mercado Livre pelas vendas realizadas, independentemente do valor do produto.

Além disso, os vendedores podem utilizar o serviço do Mercado Pago.

Esses são fatores importantes, principalmente para quem está iniciando na plataforma e fazendo testes para entender se é uma opção viável para as vendas.

Ainda assim, é importante entender que os anúncios grátis têm algumas limitações, como baixa exposição e alcance, e duração de 60 dias para os anúncios, exigindo que seja feito um novo anúncio para a mesma oferta.

Outro fator a se considerar é que o anúncio grátis não permite parcelamento sem que um valor seja acrescido à compra.

Anúncio Clássico

O anúncio clássico atua como um intermediário entre as demais opções, pois oferece mais vantagens que o gratuito e tende a custar menos do que o Premium.

Essa é uma opção que também permite o uso do Mercado Pago, mas com duração limitada.

Ou seja, o vendedor não precisa refazer o anúncio após o término de sua veiculação.

Como essa é uma modalidade com nível médio de exposição, ela oferece mais visibilidade que a categoria gratuita, mas, como é de se esperar, menor do que a sua versão superior.

Quem deseja utilizar esse tipo de anúncio paga uma comissão de 11%, sujeita a atualização, para o Mercado Pago.

Além disso, é necessário pagar um valor fixo de R$5,00 para todos os produtos com valor inferior a R$120,00.

Anúncio Premium

Agora, a última categoria de anúncios, conhecida como anúncio Premium, é a que oferece mais vantagens competitivas para os vendedores desse marketplace.

Esse tipo de anúncio tem uma duração ilimitada e permite que seja oferecido parcelamento em todas as compras, sem a necessidade de pagamento de juros.

Uma das vantagens mais marcantes é a alta exposição que o anúncio Premium oferece, conferindo prioridade e conquistando as primeiras posições nas buscas realizadas na plataforma.

Como era de se esperar, esse tipo de anúncio é o que demanda mais recursos, pois a tarifa de comissão é a maior e também é necessário pagar a taxa de R$5,00 para os produtos comercializados com valor abaixo de R$120,00.

Depois de realizar a primeira venda, como enviar uma encomenda vendida pelo Mercado Livre?

A fase de envio dos produtos também é de fundamental importância para o sucesso das suas atividades no Mercado Livre.

Isso porque é preciso superar as expectativas do cliente, garantir a integridade dos produtos e cumprir o prazo de envio.

Confira algumas dicas para enviar uma encomenda vendida pelo Mercado Livre!

Como etiquetar

Cada venda realizada deve contar com uma etiqueta de envio.

Se as vendas forem realizadas pelo carrinho e os produtos puderem ser enviados em um mesmo pacote, será disponibilizada uma única etiqueta.

Portanto:

  • Imprima a etiqueta exatamente como foi disponibilizada, sem realizar alterações no tamanho ou na qualidade da imagem;
  • Junto com a etiqueta, serão impressas 2 folhas correspondentes a uma pré-lista de postagem e uma declaração de conteúdo;
  • Cole a etiqueta e a declaração de conteúdo na embalagem, sem dobrá-las e usando uma proteção transparente.

Como fazer o envio

Para quem deseja enviar o produto vendido pelos Correios, basta ir até a agência mais próxima e realizar os procedimentos necessários. Não se esqueça do comprovante de envio.

Já para quem optar por uma agência do Mercado Livre, é necessário ir até a agência mais próxima dentro dos horários de funcionamento estabelecidos.

Quando a entrega for feita, será enviado um comprovante de envio para o seu e-mail.

Acompanhando o status do envio

Não se esqueça de se manter atualizado e acompanhar o envio de cada produto que você vendeu.

Assim, é possível monitorar e saber exatamente onde os seus produtos estão em tempo real.

Dessa forma, você e o seu cliente podem saber onde o pedido está, se ocorreu algum imprevisto e se o pedido já foi entregue.

Mantenha uma boa comunicação

É muito importante, para uma experiência otimizada para o cliente, manter-se disponível para comunicação em todos os momentos, mesmo após a compra.

Portanto, responda o mais rápido possível às perguntas e questionamentos do comprador.

Resolva problemas com eficiência

Se problemas surgirem durante a etapa de envio, como atrasos ou possíveis danos, mantenha uma comunicação transparente com o comprador.

Busque soluções eficientes e mostre-se à disposição do cliente.

Solicite feedback e incentive avaliações

Após realizar uma entrega de forma eficiente, incentive seus clientes a deixarem uma avaliação positiva.

Ao demonstrar interesse na experiência de compra que tiveram com você, é possível estimular que eles façam boas avaliações.

Não se esqueça de que essas avaliações são muito valiosas para que outros potenciais clientes façam negócios com você.

Como funciona o MercadoLider

Para quem quer começar a vender na plataforma, é preciso saber tudo o que é necessário sobre como vender no Mercado Livre.

Portanto, é fundamental entender que existem categorias de vendedores que demandam características específicas. É isso que veremos agora!

MercadoLíder

Essa é uma categoria concedida a vendedores da plataforma que, ao longo do tempo, conquistaram uma boa reputação e tiveram um alto desempenho nas vendas dentro do marketplace.

Para se tornar um vendedor MercadoLíder, é preciso:

  • ter um bom volume de vendas: é preciso mostrar que os clientes confiam nos seus produtos e, para isso, é necessário ter um volume significativo nas vendas;
  • receber boas avaliações: outra maneira de mostrar que você tem uma boa reputação e é confiável é por meio de avaliações positivas;
  • manter um bom atendimento ao cliente: um atendimento ao cliente de qualidade, respondendo suas dúvidas e resolvendo seus problemas, também é um fator determinante para se tornar um vendedor dessa categoria.

Quem consegue se tornar um vendedor dessa categoria conta com diversas vantagens, tais como:

  • aumento na visibilidade: os produtos que você está anunciando passam a ter uma boa visibilidade na plataforma, pois terão uma posição de destaque nos resultados de busca;
  • selo de confiabilidade: seus anúncios também passam a contar com o selo de MercadoLíder, transmitindo mais confiança para os compradores;
  • suporte prioritário para o atendimento ao cliente: sempre que houver algum problema e você precisar de suporte, o Mercado Livre dará prioridade ao seu atendimento.

MercadoLíder Gold

Existem ainda os vendedores que conseguem se destacar ainda mais na plataforma.

Seguindo os critérios da categoria anterior e mostrando um desempenho ainda maior em relação ao número de vendas e à experiência oferecida aos clientes.

Os benefícios desse esforço são:

  • Prioridade ainda maior no atendimento: o suporte para essa categoria, quando necessário, é ainda mais prioritário, ágil e eficiente.
  • Prioridade na resolução de problemas: a plataforma o ajudará a manter a reputação, dando mais celeridade e atenção para resolver eventuais problemas com clientes.
  • Participação em eventos: o Mercado Livre costuma desenvolver eventos e treinamentos exclusivos para algumas categorias, como o MercadoLíder Gold.

MercadoLíder Platinum

No topo das categorias de vendedores, para aqueles que se destacam como excepcionais, existe a categoria Platinum.

Além das vantagens das categorias anteriores, o Platinum ainda conta com:

  • Suporte de um gerente de contas: o Líder Platinum tem o suporte de um gerente que estará disponível para auxiliar nas orientações estratégicas e para ajudar a impulsionar ainda mais as vendas.
  • Convites para eventos especiais: essa categoria recebe convites especiais para diversos eventos, workshops, palestras e muito mais.
  • Anúncios prioritários: essa categoria também está no topo quando se trata de prioridade e alcance de anúncios.
  • Assistência de marketing: essa categoria tem acesso a recursos exclusivos para campanhas de marketing na plataforma, como descontos exclusivos, anúncios patrocinados e outras vantagens.

Que tipo de proteção eu tenho como vendedor?

De acordo com informações do próprio Mercado Livre, há um conjunto de maneiras de proteger os vendedores em negociações.

Além de monitorar todas as operações financeiras que acontecem entre vendedores e clientes, o sistema do Mercado Livre exige uma segunda senha sempre que você (vendedor) solicitar a transferência do dinheiro da plataforma para sua conta bancária.

O Mercado Livre também mantém um canal de suporte com os vendedores para resolver problemas nas vendas ou eventuais desentendimentos.

Em casos de contestação de pagamentos, quando o consumidor contesta uma compra feita em seu cartão de crédito, o Mercado Livre ajuda o vendedor por meio de uma iniciativa chamada Programa de Proteção ao Vendedor.

Panorama dos Compradores do Mercado Livre

Essa já é uma plataforma bastante popular que atrai a atenção de milhares de compradores, de diferentes perfis.

Afinal, a plataforma conta com categorias de produtos de todos os tipos e oferece vantagens e segurança para seus clientes.

Existem alguns perfis de compradores mais comuns. Veja abaixo!

Compradores em busca de variedade e conveniência

A plataforma oferece uma diversidade de categorias realmente impressionante, que abrange produtos eletrônicos, casa e jardim, saúde e beleza, esporte, fitness, tecnologia e muito mais.

Portanto, é o lugar ideal para encontrar de tudo.

Compradores em busca de produtos exclusivos

É muito comum que a plataforma atraia compradores que buscam produtos de difícil acesso, como itens raros, de coleção, peças de reposição ou produtos importados.

Compradores em busca de ofertas e descontos

É comum buscar esse marketplace porque ele oferece um diferencial competitivo muito vantajoso para os consumidores.

Além disso, muitos clientes acessam a plataforma para participar do sistema de leilão.

Consumidores que valorizam a segurança

Como vimos anteriormente, existem categorias de vendedores que têm como critério a confiabilidade. Portanto, os clientes buscam o Mercado Livre porque sabem que é uma plataforma segura para fazer negócios.

Benefícios de vender no Mercado Livre

Ao longo deste artigo, já deve ter ficado nítido os benefícios de trabalhar com essa plataforma.

Ainda assim, separamos algumas das principais vantagens.

Ampla oportunidade de vendas

Por ser uma das maiores plataformas de comércio eletrônico da América Latina, ela tem milhões de usuários ativos.

Portanto, seus produtos estarão sendo acessados por milhares de pessoas, o que aumenta muito as chances de fechar negócios.

Visibilidade e exposição

Com milhões de usuários, diversas ferramentas e a possibilidade de personalização dos anúncios, é uma das melhores formas de expor e dar grande visibilidade aos seus produtos.

Credibilidade e confiança

Os consumidores confiam e sabem que o Mercado Livre tem credibilidade.

Logo, as chances de um comprador fechar uma compra são muito maiores.

Isso é ainda mais vantajoso para novos vendedores, que já começam suas operações em uma plataforma reconhecida no mercado.

Ferramentas de gestão

Como já vimos, existem diversas ferramentas para potencializar as vendas, como o painel de controle para gerenciar anúncios, monitorar as vendas, controlar o estoque, imprimir etiquetas e muito mais.

Segurança nas transações

O Mercado Livre tem um sistema de proteção de transações para compradores e vendedores.

Por meio do Mercado Pago, serviço de pagamento da plataforma, é garantido que o dinheiro das vendas será recebido, além de oferecer garantia para os compradores.

Dicas extras para vender mais no Mercado Livre

Já não é surpresa que a plataforma demanda boas práticas para que um vendedor tenha destaque, já que são milhares de concorrentes lutando pela atenção dos mesmos clientes.

Portanto, é preciso conhecer algumas boas práticas para vender mais no Mercado Livre.

Otimize seus anúncios

Invista em anúncios relevantes, atraentes e que despertem a atenção dos potenciais clientes.

É fundamental saber destacar seus produtos com informações relevantes, imagens de qualidade e uma descrição realmente condizente com os benefícios do produto.

Estabeleça preços competitivos

Faça uma pesquisa detalhada dos preços praticados pelos seus concorrentes para saber como criar um diferencial na hora de precificar seu produto.

Não se esqueça também dos custos envolvidos com embalagem, frete e taxas de vendas.

Invista no atendimento

O atendimento ao cliente é importante para fechar vendas e atrair novos clientes, mas também para conquistar uma boa reputação e melhorar sua categoria como vendedor do Mercado Livre.

Portanto, responda às mensagens de seus clientes, ajude a resolver seus problemas.

Forneça informações precisas e tudo mais que for preciso.

Ofereça um frete atrativo

O frete com rastreamento é uma demanda de muitos clientes.

A própria plataforma oferece um serviço eficiente, o Mercado Envios, onde é possível rastrear o produto e oferecer maior segurança para os consumidores.

Promova seus produtos

Além das otimizações dos anúncios, também é possível investir mais na promoção de seus produtos.

O Mercado Livre oferece outras formas de você se diferenciar, como a “Oferta do Dia” ou oferecendo descontos exclusivos para quem é seguidor de sua loja.

Solicite feedback

Sempre que uma venda for concluída, solicite um feedback de seus clientes.

Por meio de uma mensagem amigável, você pode agradecer e solicitar que os compradores façam uma avaliação.

Não se esqueça que esse é um dos fatores mais importantes para garantir boas vendas.

Não descumpra as regras do Mercado Livre

O não cumprimento das regras estabelecidas pelos marketplaces pode resultar em críticas negativas ou até mesmo na remoção do portal. 

No Mercado Livre, não é diferente.

Um descumprimento pode ter um sério impacto na reputação da sua marca dentro e fora da plataforma, algo que você não quer arriscar.

Forneça mais valor do que seus concorrentes

Quando os clientes têm tantas marcas e produtos para escolher, não é de admirar que a retenção e fidelização de clientes seja uma tarefa difícil.

Os clientes querem produtos que ofereçam o maior valor pelo seu dinheiro e, disputando espaço em uma plataforma como o Mercado Livre, isso pode ser um desafio.

Concentre-se no que torna seu produto único e coloque seus diferenciais em destaque. 

Os compradores adoram novidades e são naturalmente atraídos pelo que é novo.

Especialize-se em um nicho

Se você está apenas começando a vender em um grande marketplace, especializar-se em um nicho é uma boa estratégia para começar.

Isso pode significar oferecer alguns produtos relacionados em um nicho ou oferecer apenas um produto.

Além de controlar melhor as vendas e aperfeiçoar o ciclo de envio, especializar-se em um produto pode permitir que você construa sua reputação na plataforma.

A partir de então, você pode obter suas primeiras avaliações e adicionar mais produtos sem precisar atrair clientes completamente novos do zero.

Começar pequeno e escalar é uma estratégia de mercado que você também pode aplicar à expansão internacional dentro do Mercado Livre.

Sua reputação de vendedor já estará consolidada e você poderá se expandir com um crescimento mais rápido para vendas onde o Mercado Livre alcança.

Use estratégias de SEO para aumentar sua visibilidade

O SEO é crucial para vender no Mercado Livre e em qualquer outro marketplace, porque ajuda suas páginas de produtos a terem uma classificação mais alta nos resultados de pesquisa.

Resultando em aumento do tráfego orgânico e da receita.

Otimize seus títulos

Os títulos das postagens são fundamentais por duas razões: posicionar sua postagem no topo da sua categoria e convencer o usuário a clicar em sua postagem.

É por isso que é preciso usar as melhores dicas para fazer títulos vencedores. 

Por exemplo, dê detalhes do seu produto se você tiver espaço de sobra e adicione palavras-chave que o usuário usa para pesquisar seu produto.

Para encontrar termos eficientes, coloque-se no lugar do usuário e pergunte-se: se eu tivesse que comprar este produto, como eu o procuraria?

Perguntas e Respostas: forneça soluções para todas as dúvidas

Uma atenção especial deve ser dada à seção de perguntas e respostas de seus produtos. 

Nunca deixe a pergunta de um potencial cliente sem resposta, mesmo que a solução já esteja nas informações que você forneceu na descrição.

Criar esse vínculo mais humano e prestar atenção direta aos potenciais clientes proporciona confiança entre vendedor e comprador, o que pode ser um fator decisivo na hora de fazer uma compra.

Use mais de um canal

Não limite a difusão de suas vendas apenas ao alcance do Mercado Livre. 

Embora a plataforma tenha milhares de visitas diárias, você pode aproveitar todos os canais de difusão que você tem à sua disposição para levar clientes aos seus produtos.

Faça posts no Facebook, Twitter e Instagram, onde você pode direcionar potenciais compradores para os seus produtos dentro do Mercado Livre. 

Quanto mais visualizações você acumular, melhor.

Adicione variações do seu produto

Se você tem um produto em estoque com mais de uma versão, embora tenha o mesmo preço, aproveite a oportunidade para fazer a publicação do produto incluindo cada variante.

Dessa forma, haverá mais possibilidades que uma das versões seja selecionada pelos usuários, em vez de opções do seu concorrente.

Otimize a categorização de produtos

O Mercado Livre conta com mais de 2.800 categorias e subcategorias, o que exige que essa etapa do cadastro seja realizada com bastante atenção.

Os consumidores utilizam muito o filtro de categoria para pesquisar o que precisam. Isso já justifica a necessidade de adicionar corretamente esses itens.

Outro aspecto é a cobrança do frete pelo Mercado Envios.

O cálculo é realizado com base na categoria do produto e não do peso (que, muitas vezes, nem é solicitado). Assim, um travesseiro que esteja inserido na categoria “cama”, mas sem a subcategoria correta, terá o frete calculado como se fosse uma cama, impactando diretamente o preço final e as vendas.

Invista em fotos de qualidade

No e-commerce, falar em qualidade das fotos pode parecer repetitivo, mas esse aspecto é determinante e imprescindível nas chances de vendas.

Além de contar com imagens com boa resolução, é essencial fotografar os detalhes do produto, principalmente aqueles que influenciam a decisão de compra.

Por exemplo, em uma loja de bijuterias, é muito importante que os detalhes sejam visíveis na foto, como um tipo específico de feixe, por exemplo.

Assim, invista em múltiplas imagens de cada item.

Invista em mídias pagas

O investimento nas mídias pagas está entre um dos diferenciais da loja para obter maior tráfego e vendas.

O lojista pode optar pelo investimento em links patrocinados no próprio Google, por meio do Ads.

Isso inclui também o gerenciamento de campanhas no Google Shopping, canal muito relevante para o e-commerce.

Há ainda a possibilidade de investir em publicidade paga no próprio Mercado Livre, por meio de três ferramentas próprias:

  • Product Ads: inclui os anúncios com foto exibidos na página principal de categorias, as recomendações, os produtos no final da página e a lista de produtos;
  • Text Ads: são anúncios apenas de texto exibidos acima da lista de produtos, na lateral ou no final da página;
  • Display: são anúncios mais caros e, consequentemente, com mais espaço, como para mais de um produto simultaneamente, em banners e na seção “imperdíveis” na página inicial.

A escolha depende do orçamento disponível para investimento em publicidade.

Para controle dos resultados, as próprias ferramentas disponibilizam relatórios para que você possa acompanhar quais soluções têm apresentado maior retorno.

Avalie prós e contras da fabricação própria e da revenda

Muitos lojistas se questionam se é melhor revender ou fabricar os produtos comercializados. Cada opção apresenta prós e contras que devem ser avaliados. 

No entanto, exemplos de vendedores de sucesso mostram que ambas as práticas podem gerar retorno se o item vendido for relevante para um segmento do público.

Entre os benefícios da fabricação própria, estão a possibilidade de produtos exclusivos identificados a partir de análise do mercado, o maior domínio sobre a qualidade, o controle da marca e do preço.

Como aspecto negativo, estão a baixa escalabilidade, a limitação do mix de produtos e o grande investimento de tempo.

Na revenda, por sua vez, a vantagem está relacionada a trabalhar com um produto que tenha um mercado já conquistado e com reconhecimento da marca.

Fatores como gestão de estoque, alta concorrência e impossibilidade de controlar os preços apresentam-se como desvantagens dessa opção.

É importante que, independentemente da escolha, o lojista avalie se existe público para o produto que ele pretende vender e como atraí-lo para a loja.

Acompanhe as tendências de vendas no Mercado Livre

Para trabalhar com vendas pela internet, é essencial que o empreendedor mantenha-se sempre atualizado sobre as novidades do setor em que atua.

Portanto, acompanhe quais nichos de mercado têm alcançados melhores resultados com o marketplace e também quais são as tendências identificadas pelo próprio Mercado Livre.

Caso você já venda na plataforma, utilize essas informações para expandir o mix de produtos, pensando sempre em itens complementares aos comercializados e que impactem o mesmo público-alvo.

O que mais vende no Mercado Livre

Para quem já está decidido a começar a vender nesse marketplace, é preciso conhecer quais são os produtos e categorias com maiores chances de sucesso na plataforma.

Acompanhe!

Eletrônicos e tecnologia

Produtos eletrônicos diversos, como smartphones, notebooks, tablets, smartwatches, fones e acessórios relacionados, têm alta procura na plataforma.

Moda e acessórios

Roupas, calçados, relógios e acessórios de moda estão sempre contando com novidades e têm alta procura nessa e em outras ferramentas de vendas.

Casa e decoração

Os produtos para casa, como móveis, eletrodomésticos, decoração, utensílios de cozinha, artigos de jardinagem, entre outros, também são muito procurados por consumidores diversos.

Saúde e beleza

Cosméticos, produtos de cuidado pessoal, suplementação alimentar, equipamentos de ginástica e demais itens relacionados à saúde e bem-estar, também estão sempre com alta procura.

Automotivo

Acessórios e peças automotivas, pneus, ferramentas, equipamentos de som e segurança veicular costumam ter alta procura durante todo o ano no Mercado Livre.

Brinquedos e jogos

Brinquedos, jogos de tabuleiro, videogames e consoles têm uma demanda constante, especialmente em períodos de férias e datas comemorativas voltadas para as crianças.

Vale a pena vender no Mercado Livre?

Agora que você sabe tanta coisa importante sobre como vender no Mercado Livre, fica a questão: vale a pena vender nesse marketplace? 

A resposta não poderia ser outra a não ser: SIM, vale a pena.

Seja você um vendedor iniciante no comércio virtual, seja você um vendedor com um pouco mais de experiência nesse ramo, seu negócio será capaz de se adaptar às normas flexíveis do Mercado Livre — e talvez seja isso que faz da plataforma ainda tão popular.

Essa é uma excelente forma de vender seus produtos, pois é uma plataforma que conta com um ecossistema de soluções voltadas para democratizar o comércio eletrônico e multiplicar oportunidades tanto para consumidores quanto para vendedores.

Como vimos, você pode começar seu negócio hoje mesmo, criando uma conta gratuita como vendedor no Mercado Livre em poucos minutos e usando apenas seu CPF.

Vale a pena vender no Mercado Livre e ter uma loja virtual?

Vale muito a pena!

Pois, quando há integração entre a loja virtual e o Mercado Livre, o seu negócio passa a contar com um público mais amplo, infraestrutura mais completa, maior credibilidade para realizar vendas e maior visibilidade para os seus produtos.

Como integrar a Tray com o Mercado Livre?

Existem plataformas completas para e-commerce, como a Tray, que permitem uma integração eficiente entre a sua loja virtual e o Mercado Livre.

Confira o que é preciso para fazer essa integração agora mesmo:

  • faça o cadastro na Tray: é necessário contratar um plano e criar uma conta na Tray, preencher as informações e configurar a sua loja;
  • acesse o painel administrativo: com a conta criada e a loja configurada, procure pela opção de integração com o Mercado Livre;
  • autorize e configure a integração: autorize a integração entre as duas plataformas e acesse as opções de configuração, que incluem catálogo de produtos, estoque, preço, descrição, imagens e muito mais;
  • faça a sincronização: após definir as configurações, sincronize os produtos para que sejam enviados da Tray diretamente para o Mercado Livre;
  • gerencie os produtos: após a integração, os pedidos feitos no Mercado Livre serão enviados automaticamente para a Tray, permitindo que você gerencie tudo em um único lugar;

Vender no Mercado Livre pode ser uma excelente estratégia para impulsionar os seus negócios e aumentar o faturamento.

Esse marketplace oferece uma série de benefícios e ferramentas que auxiliam na estratégia e potencializam as vendas;

No entanto, é muito importante entender como ele funciona, quais são suas obrigações, taxas e custos para criar anúncios e converter vendas.

Conhecer as boas práticas de vendas na plataforma é indispensável;

Saber como vender no Mercado Livre pode ser a melhor estratégia para o seu negócio, especialmente com as soluções de integração que algumas plataformas de e-commerce oferecem;

Comece a realizar as suas primeiras vendas no Mercado Livre agora mesmo, confira nosso vídeo:

Venda no Mercado Livre com a Tray

Agora que você já entendeu que o Mercado Livre é o maior marketplace do Brasil, vai ficar de fora?

Mais do que começar a vender no Mercado livre, você vai precisar de uma loja online para fidelizar os seus clientes e multiplicar os seus canais de vendas.

Para te ajudar com isso, a Tray tem tudo o que você precisa para criar a sua loja e já garante integração direta com o Mercado Livre e mais de 30 marketplaces.

Conheça alguns recursos que vão te ajudar a vender no Mercado Livre:

Gerencie várias contas: Você pode integrar até 10 contas do Mercado Livre no painel da sua loja, com
diferentes CNPJs ou titulares.

Emissão de etiquetas: imprima suas etiquetas direto no painel Tray, de forma indivídual ou massiva,
gerando ainda mais agilidade no seu dia a dia.

Importe seus produtos para sua loja: se você já vende no Mercado Livre e quer abrir sua loja virtual – ou
migrar para a Tray, consegue importar os seus produtos diretamente dos anúncios para o seu painel. Com
poucos cliques você já tem grande parte da configuração da sua loja pronta.

Integração dos pedidos: estoque interação e visualização completa dos seus pedidos no painel da Tray.
Você também visualiza as vendas de outros canais e na sua loja, o que te ajuda a monitorar as suas
vendas de forma completa, em todos os canais.

Calculadora de preços: você pode adaptar o valor do seu produto conforme as diferentes taxas dos
marketplaces e os valores de frete. Com isso você pode adaptar o valor do seu produto às diferentes
regras de cada marketplace e manter seu preço competitivo no mercado.

Envio e criação de anúncios: faça o envio de seus produtos cadastrados na Tray de forma facilitada e, em
poucos passos, você garante que o seu estoque e preços estejam sincronizados evitando erros operacionais – como vender sem estoque ou com preço errado

Você também consegue, através do seu painel Tray, participar de promoções, duplicar anúncios e
participar da categoria Catálogo.

Na Tray é fácil vender no Mercado Livre e você também conta com recursos para criar a sua loja, trazer
tráfego para o seu site, atender os seus clientes e fazer anúncios no Google, Instagram, e TikTok.

A Tray foi feita para vender de verdade, só falta você escolher o seu plano é abrir a sua loja ainda hoje.

Clique aqui para conhecer os nossos planos e todos os recursos da Tray.

Conteúdos que podem te interessar:

 ➞ Como ter um anúncio campeão no Mercado Livre [E-book];
 ➞ Como precificar corretamente no Mercado Livre;
 ➞ Guia para encontrar fornecedores.

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual

Mensal
Anual

Plano 1

52
Economize R$84
R$ 624 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2

94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Plano 3

236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros

Plano 4

359
Economize R$480
R$ 4.308 por ano
em até 6x sem juros

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!