Pesquisar
Close this search box.

Análise de concorrência: como fazer o estudo e as melhores ferramentas

Para fazer uma boa análise de concorrentes você precisa: definir seus concorrentes, estabelecer objetivos claros, escolher quais critérios serão analisados, definir o método de pesquisa que será utilizado e coletar os dados.
análise de concorrência

Principais tópicos

O mundo do comércio é sempre algo muito competitivo, com diversas empresas sempre buscando oferecer a melhor qualidade possível de seus serviços ou produtos para os clientes.

No mundo digital, por meio do e-commerce, a disputa pela preferência do cliente se torna algo ainda mais acirrada, já que com poucos cliques ele pode realizar a sua compra em outro portal.

Por culpa disso, foram surgindo diversas estratégias novas, que buscam aprimorar e tornar a sua empresa mais atrativa para o cliente, em comparação com a concorrência.

Uma delas é a análise da concorrência. Por meio da qual você consegue identificar os diferenciais das demais empresas do setor, e realizar uma comparação honesta com a sua.

A grande vantagem dessa abordagem, é a possibilidade de entender quais as diferenças entre o seu modelo de negócio, e os demais.

Dessa forma, você consegue identificar o que deve ser aprimorado, e até mesmo utilizar de ideias ou práticas dos concorrentes para isso.

Ao mesmo tempo que também percebe o que você não deve absorver deles, ficando apenas com o melhor de cada empresa.

Ficou interessado? A análise de concorrência tem um grande potencial para melhorar a sua empresa! Sendo assim, continue com a gente que te explicaremos tudo sobre essa estratégia!

O que é a análise de concorrência?

Também conhecida como análise de mercado, a análise de concorrência é um estudo realizado por uma empresa para avaliar outras marcas que ofereçam produtos e serviços semelhantes aos seus.

Ou seja, estamos falando de um monitoramento constante, e detalhado de outras lojas e comércios que sejam considerados concorrentes.

Por meio desse estudo, você consegue recolher informações sobre preços oferecidos, como é a experiência do cliente, a gestão comercial, e até mesmo as estratégias de marketing utilizadas.

Com todas essas informações, é possível comparar as suas práticas com as dos demais, entender os resultados de cada uma, visando absorver aquilo que for mais interessante para você.

Esse estudo é importantíssimo para a formulação de um bom planejamento estratégico, que permita aprimorar e alavancar a sua empresa.

Identificando e entendendo todos os pontos apresentados por essas análises, as chances de você encontrar novas oportunidades contra os concorrentes são bem maiores.

Isso é claro, traz novos diferenciais para a sua marca.

Por que fazer a análise de concorrência?

Após entender um pouco mais sobre o conceito por trás da análise de concorrência, talvez você esteja se perguntando se realmente vale a pena realizar esse estudo.

Afinal, por que você deveria fazê-lo? Quais são exatamente as vantagens que essa prática pode oferecer para o seu e-commerce? É disso que trataremos a seguir!

A principal intenção por trás de uma análise de concorrência, é conseguir entender de que forma a sua marca tem se posicionado no mercado, comparativamente a outras empresas do segmento.

A importância disso é que conseguimos ter uma visão ampla e completa sobre a situação, dependendo menos de impressões ou intuições.

Ou seja, você conseguirá, por meio desse estudo, identificar quais pontos do seu negócio são realmente um destaque positivo, quando comparado com o restante do setor.

Lembrando que isso também ocorrerá com os pontos negativos!

No fim, é quase como se fosse um raio-X, feito para que você consiga enxergar aquilo que está bem e o que deve melhorar.

Como fazer análise de concorrência?

Após entender porque você deve se preocupar em realizar boas análises de concorrentes, o passo seguinte é entender como fazer isso.

Pensando mais especificamente no mundo das lojas virtuais, de fato a ideia de acessar os seus portais, redes sociais, ou até mesmo suas páginas no Reclame Aqui, é algo interessante.

Entretanto, para conseguir recolher, aproveitar e entender ao máximo todas essas informações, é muito importante possuir um método organizado e eficiente para isso.

Pensando nisso, nós separamos um passo a passo para ajudar você a entender como realizar uma boa análise de concorrência!

Ficou curioso? Então continue com a gente para descobrir mais!

Defina seus concorrentes

Antes de realizar qualquer ação, você deve conseguir definir de forma clara e objetiva quais empresas são efetivamente os seus concorrentes.

Obviamente, isso não deve ser feito com base na sua simpatia por alguma marca, mas sim em quais delas disputam o mesmo nicho de mercado que você.

A questão aqui é entender, quais são as empresas que a preferência dos clientes por elas significam perda de vendas para você.

Não necessariamente elas precisam oferecer o mesmo produto ou serviço que você, basta que a solução deles também sirva para o mesmo problema que a sua.

Um exemplo que pode ajudar a visualizar melhor o que estamos falando, é o caso de você possuir uma loja de bicicletas, enquanto outra pessoa possui uma de patinete.

Os produtos são claramente diferentes, entretanto, ambos servem de solução para o mesmo problema, que é a locomoção do indivíduo.

Dessa forma, dificilmente alguém que realize uma compra em uma loja, realizará na outra.

Isso significa que a loja de patinetes está disputando os mesmos clientes, as preferências das mesmas pessoas, com você. Ou seja, disputam o mesmo nicho de mercado.

Estabeleça objetivos claros

Após entender quais as empresas que disputam o mercado com você, você conseguirá selecionar aqueles que serão alvo do seu estudo.

A partir daqui, o ponto mais importante passa a ser os objetivos de toda essa investigação, ou seja, o que queremos descobrir.

É importante que você tenha muito claro o que você quer entender com todo esse estudo, quais informações você deseja colher, para então poder comparar com a sua empresa.

Você deseja examinar os preços? As estratégias de marketing? A gestão da empresa? Atendimento ao cliente? Técnicas de SEO?

Como você deve ter notado, são muitas as opções a serem estudadas, e por isso, você deve optar por dar prioridade a algumas, para conseguir garantir que o trabalho será bem-feito.

Ou seja, é necessário traçar um objetivo claro, de quais pontos o estudo deve avaliar, e quais as informações que ele trará para você.

Escolha os critérios que serão analisados

Após entender quem são os seus concorrentes, e quais os pontos deles que você deseja estudar, o próximo passo é entender como será feita essa avaliação.

Estamos falando de quais serão os critérios utilizados para avaliar aquelas estratégias e mecânicas das concorrências, ou seja, estamos falando de quais serão as métricas de avaliação.

Se você tiver optado, por exemplo, por observar os blogs dos concorrentes, como exatamente você pretende fazer isso?

Mais importante ainda, o que será levado em consideração? Podemos avaliar o número de acessos, o volume de tráfego orgânico, a frequência de novas postagens, ou até mesmo o posicionamento dos textos nos mecanismos de busca.

A questão aqui é entender quais serão os critérios utilizados para avaliar o desempenho do item escolhido para ser observado.

Dessa forma, você conseguirá realizar uma avaliação bem mais completa da situação!

Defina qual será o método de pesquisa utilizado

Com as etapas anteriores cumpridas, o foco agora deve ser na escolha do método mais adequado para coletar, organizar e analisar os dados.

Essa parte é importantíssima, pois é justamente a escolha do método que garantirá uma boa leitura da situação!

Uma falta de atenção para alguns dados, enquanto outros recebem um foco maior, pode resultar em uma leitura equivocada do momento, levando você a tomar decisões equivocadas.

Não existe nenhuma regra que te obriga a utilizar o método “A” ou “B”, entretanto, o SWOT, ou em português, FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas, Ameaças), costuma ser o mais utilizado.

A intenção desse método é identificar 4 pontos principais: forças, oportunidades, fraquezas e ameaças que cada informação pode apresentar.

O método pode ser aplicado tanto nas outras empresas quanto na sua própria, e com ele você poderá identificar todos esses pontos tanto na sua marca, quanto nos concorrentes.

Colete os dados

Por fim, o último passo da elaboração de uma boa análise de concorrência se trata de começar a fazer as coisas andarem!

Ou seja, é hora de começar a coletar todos os dados e informações sobre as empresas escolhidas, para então poder aplicar a metodologia desejada em cima, de forma a conseguir visualizar os resultados desejados.

Para conseguir coletar as informações que deseja, uma boa ideia é navegar pelos e-commerces dos concorrentes, analisar suas redes sociais, e se cadastrar em suas newsletters.

Além disso, visitar as suas lojas físicas também pode possibilitar algumas informações bem interessantes.

Feito isso, você deverá registrar todos os dados relevantes obtidos nesse processo, para então levá-los as pessoas envolvidas no restante do processo.

Assim, você conseguirá montar um verdadeiro raio-X do cenário, que te auxiliará a formular o melhor plano de ação possível!

Melhores ferramentas de análise de concorrência

Se você estava prestando atenção até aqui, deve ter notado que a construção de uma análise de concorrência bem-feita deve levar em consideração diversos itens muito importantes.

Com a quantidade e informação é muito grande, é bem comum que acabemos nos confundindo um pouco, se não estivermos muito bem organizados.

Para solucionar esse problema, diversas plataformas foram desenvolvidas com o passar do tempo, com o intuito de facilitar esse trabalho.

Pensando nisso, decidimos listar algumas dessas ferramentas aqui, além de falar um pouco sobre cada uma delas, para que você consiga compreendê-las melhor.

Ficou curioso? Então continue com a gente para descobrir mais!

Semrush

O Semrush é uma ferramenta extremamente útil, sendo uma das preferidas da maior parte dos profissionais de marketing.

Sua especialidade é na obtenção de dados pela internet, por meio do uso de URL de sites, ou até mesmo da mera busca por algumas palavras-chave.

Quando se busca uma palavra-chave, por exemplo, você obtém um relatório completo sobre o volume de buscas e tráfego gerado por ela.

Apenas o fato de te dar um acesso tão completo a todas essas informações, de forma tão rápida, já é algo incrível, mas a plataforma ainda tem mais para oferecer!

Digitando a URL de algum site na plataforma, você também consegue ter acesso a todas as palavras utilizadas pelos donos daquele portal.

Isso pode ser muito útil para entender as estratégias utilizadas por seus concorrentes, e conseguir se adaptar a elas.

Isso tudo sem falar que ainda é possível descobrir quais os termos que estão gerando maior tráfego, tanto para você, quanto para os seus concorrentes.

Ter acesso a todas essas informações, permite que você tenha muito mais ideias e consiga aprimorar ainda mais a estratégia de marketing da sua empresa!

Algo surpreendente, não é mesmo?

Semrush

Mention

A primeira ferramenta de que falaremos é o Mention, que pode ser especialmente útil quando estivermos tratando de blogs, vídeos, ou redes sociais.

Sua funcionalidade é bem simples para dizer a verdade, e consiste em rastrear menções em toda a internet, a determinado termo escolhido por você.

Basicamente, você deverá escolher um termo, pode ser o nome de uma empresa, uma palavra-chave, ou qualquer coisa do gênero, e você será apresentado a tudo que está sendo dito sobre isso.

Dessa forma, você conseguirá rastrear tudo que está relacionado àquele termo, em todos os cantos e canais da web.

Além disso, você também poderá se cadastrar em um feed RSS, que estará focado na palavra escolhida por você. Dessa forma, você será notificado sempre que ela for utilizada em qualquer canto da internet.

A ferramenta é gratuita, e ainda possui algumas semelhanças com a plataforma que falaremos a seguir.

Mention

Google Alerts

O Google já é conhecido pelas suas diversas ferramentas, como, por exemplo, o Google Analytics, e obviamente ele também pode nos ajudar aqui.

No caso, estamos falando do Google Alerts, uma ferramenta simples, intuitiva, e extremamente útil, que funciona com base no envio de relatórios diretamente para o seu e-mail.

Esses e-mails serão enviados diariamente, ou na frequência determinada para você de acordo com as suas preferências.

Neles, constará todas as vezes que um concorrente selecionado por você for citado, independentemente de qual meio seja.

Assim como no caso do Mention, o Google Alerts também pode ser configurado para acompanhar qualquer outro termo selecionado por você, possibilitando o rastreio de palavras-chave.

Com isso, você conseguirá verificar quais os canais que os seus concorrentes mais são citados, o que as pessoas têm falado sobre a sua empresa, e entender o desempenho das palavras-chave também.

Tudo isso por meio de uma ferramenta totalmente gratuita! Incrível, não é mesmo?

Google alertas

InfiniGraph

Outra ferramenta que pode ser muito útil na hora de prepararmos a nossa análise e concorrência, é o InfiniGraph.

Seus recursos são bem simples, consistindo basicamente em analisar e rastrear as tendências dos seus ciclos nas redes sociais.

Ou seja, com essa plataforma você consegue avaliar e descobrir quais são os conteúdos e marcas que estão em alta entre as pessoas que seguem você, ou que seguem a sua empresa.

Isso pode ser consideravelmente útil para você seguir as tendências do seu nicho de mercado nas redes sociais, obter informações sobre a sua persona, e entender as tendências dos seus concorrentes.

InfiniGraph

iSpionage

Nossa próxima indicação de ferramenta já possui um nome bem sugestivo.

Através do iSpionage, você consegue ver o que a concorrência está fazendo e como estão os resultados de seus anúncios pagos do Google.

Como você pode perceber, essas informações são verdadeiras joias para quem sabe usá-las!

iSpionage

Simply Measured

O Simply Measured é uma solução que te ajuda a entender como estão as redes sociais dos seus concorrentes.

Através dela, é possível monitorar diversos canais e descobrir por exemplo, quais as contas que estão melhor e pior performando.

Obter métricas de desempenho, entender o engajamento de diferentes classes de consumo e o melhor — descobrir quais são os conteúdos são mais eficientes!

Simply Measured

Boardfy

A Boardfy foi desenvolvida para monitorar os preços dos concorrentes, com ela é possível entender mercado e aplicar as melhores estratégias no seu próprio negócio ou e-commerce.

Alguns de seus recursos são: ter uma visão clara de quem vende seus produtos, qual o preço que eles estão no mercado e receber uma notificação quando há alteração de preços na sua loja online.

Boardfy

Kompyte

Kompyte é uma ferramenta online que te ajuda a monitorar e analisar a concorrência em tempo real .

A ferramenta é completa e atende todas as necessidades de uma empresa quando o quesito é entender a concorrência, desenvolvida pela Semrush também ela é referência em análises.

Ela permite o acompanhamento dos concorrentes em tempo real e também é possível analisar as estratégias de marketing dos concorrentes de maneira analítica.

Kompyte

Como se destacar da concorrência?

Após chegar até aqui, muito provavelmente você já entendeu por que uma análise de concorrência é tão importante, e até mesmo como realizar uma.

Entretanto, o motivo pelo qual fazemos tudo isso, no fim das contas, é para conseguirmos fazer com que a nossa marca se destaque.

Ou seja, que ela possua um forte diferencial entre as outras, que faça os clientes preferirem a nós.

Conseguir ser uma empresa de destaque, em qualquer setor que seja, exige muito esforço, inteligência, e dedicação, afinal todos estão fazendo o seu melhor.

Sendo assim, para te darmos uma ajudinha, decidimos separar algumas dicas sobre como fazer para se destacar da concorrência.

Dessa forma, o caminho para a sua empresa se destacar entre as demais será bem mais curto! Quer conhecer as dicas? Então continue com a gente!

Identifique seus pontos fortes

O primeiro passo para realmente conseguir se destacar em meio a concorrência, é a identificação de quais são os seus pontos fortes e quais os fracos quando comparado a ela.

Durante o processo de realizar uma análise de concorrência, você já tem uma ótima oportunidade para começar a entender de forma um pouco mais aprofundada quais são esses pontos.

Para isso, você pode, por exemplo, recorrer à metodologia FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças), de forma a organizar um pouco mais essas questões.

Com ela, você conseguirá obter uma referência mais gráfica e organizada dos pontos que você precisa aprimorar na sua empresa.

É claro que ela não é a única metodologia existente, com outras como Matriz Ansoff, ou as 5 Forças de Porter, também podendo ser utilizadas para essa situação.

É claro que cada uma apresentará sua própria organização, e poderá ser mais útil a depender das circunstâncias, e claro, do próprio usuário, que pode se adaptar melhor com uma matriz do que com a outra.

Saiba quem são os seus clientes

Identificar de fato quem é o seu público, é algo fundamental para garantir o bom desempenho da sua empresa.

Não estamos falando apenas de uma única pesquisa feita uma vez há muito tempo, é necessário se manter atualizado sobre isso, para que você consiga ir se aproximando cada vez mais deles.

O motivo disso é bem mais simples do que parece, afinal, será que existe alguém melhor para dizer quais as vantagens comparativas entre você e outras marcas, do que o próprio cliente?

Possivelmente não, não é mesmo?

Ou seja, entender quem é o seu público é importante justamente para conseguir colher dele as informações necessárias do que você deve fazer para se aprimorar.

Se ele te disse por que compra com o concorrente, em vez de comprar com você, é possível se planejar para lidar com esse problema e recuperar a preferência, entendeu?

Encontre oportunidades dentro do segmento

Um dos erros mais comuns na hora de se pensar em como enfrentar a concorrência, é pensar de mais em como aprimorar o que você já tem, e não o que você pode fazer de novo.

É claro que é importante ter as bases do seu negócio bem consolidadas antes de sair inventando, mas de forma alguma a criatividade e o aproveitamento de novas oportunidades deve ser deixada de lado.

Afinal, uma das grandes vantagens de todo o processo de pesquisa que envolve a realização de uma análise de concorrência, é justamente a possibilidade de preencher lacunas que não foram vistas.

Às vezes pequenas alterações na forma como um serviço é prestado, podem ser um grande diferencial, que acabam por mudar todo o cenário do mercado.

Nesse sentido, o exemplo mais recente e visual talvez seja a própria Uber, que não inventou o serviço de motorista particular, mas inovou na forma de prestá-lo.

Com a possibilidade de solicitação por meio de aplicativo, somada à forma de pagamento das corridas, eles conseguiram inovar na experiência do cliente, preenchendo uma lacuna que estava vazia.

Por isso é tão importante manter a mente aberta e utilizar da criatividade para conseguir visualizar esses vácuos dentro do mercado.

Foque no consumidor

Por fim, mas, com certeza, não menos importante, a última dica para ter um diferencial para a sua empresa, é definitivamente construir uma cultura de valorização do consumidor.

É muito importante ter em mente que quem percebe, ou entende que há um diferencial na sua empresa, não é você e nem a sua equipe, mas sim eles, os consumidores.

Não adianta de nada você acreditar que tal prática é sensacional, mas seus clientes acharem ela inútil, pouco eficiente, ou preferirem o concorrente em função dela.

A experiência do cliente deve ser o foco, pois assim, não só aumentam as chances dele concluir a compra, como também de retornar e ainda indicar a sua marca.

Para isso, é necessário criar toda uma cultura dentro da sua empresa de valorização, foco e atenção total ao cliente. Afinal, a satisfação dele é o verdadeiro diferencial de qualquer marca, não é mesmo?

No fim das contas, a análise de concorrência é de fato algo fundamental para o desenvolvimento de uma empresa, além da manutenção dela dentro de um cenário competitivo.

Com os dados e informações coletadas por meio do processo, é possível identificar os pontos que precisam ser aperfeiçoados, absorver boas práticas de outras marcas, e perceber novas oportunidades que até então passam despercebidas.

Esperamos que esse texto tenha sido útil para você, e se por acaso quiser aprender mais sobre como fazer o seu negócio se destacar, confira nosso conteúdo:

Diferencial competitivo: como destacar seu negócio em 8 dicas práticas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual
Plano 1
52
Economize R$144
Economize R$144
Economize R$84
R$ 624 por ano
Economize R$144
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2
94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 3
236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros
Plano 4
359
Economize R$480
R$ 4.308 por ano
em até 6x sem juros

Plano 1

59

Melhor custo benefício

Plano 2

99

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Melhor custo benefício

Plano 3

249

Plano 4

399

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!